Posts Tagged ‘Petróleo’

Fatos e fotos: 20 notícias do Brasil que a “grande mídia” não mostra

25 de fevereiro de 2014

JN_Logo_NaoCadu Amaral em seu blog

Existe uma página no Facebook chamada Já que a mídia não mostra. Nela são publicadas inúmeras fotos e informações das realizações do governo federal que não tiveram o devido destaque na imprensa grande. São universidades, UPAs, estradas, ferrovias, equipamentos e obras de mobilidade urbana.

Esse espaço é a prova de que os resultados sobre emprego (vivemos a menor taxa de desemprego da História!) e renda dos brasileiros do governo da presidenta Dilma não é por acaso.

Também faz perceber o porquê de a oposição não ter discurso nem agenda política para o Brasil. E diante dos últimos acontecimentos, nem o discurso moralista.

As imagens falam por si.

Universidade Federal do Triângulo Mineiro

A Universidade Federal do Triângulo Mineiro ou UFTM é uma instituição pública que se localiza na cidade de Uberaba, Minas Gerais. Antes sob o nome de FMTM (Faculdade de Medicina do Triângulo Mineiro), foi transformada no ano de 2005 em Universidade por decreto do governo Lula. É considerada a sexta melhor Universidade do Brasil, de acordo com o Enade.

Universidade_Federal_Triangulo_Mineiro01

Universidade Federal do ABC

Criada no governo Lula, a Universidade Federal do ABC (UFABC) ocupa o 1° lugar entre as universidades brasileiras no Ranking SCImago nos quesitos “Excelência em Pesquisa”, “Publicações de alta qualidade” e “Impacto normalizado das suas publicações”. Foi avaliada pelo Índice Geral de Cursos (IGC) do MEC como a melhor universidade do Estado de São Paulo, sendo avaliada como a 1ª no ranking de cursos de graduação entre todas as universidades do Brasil.

Universidade_Federal_ABC01

Residencial Viver Melhor, Manaus (AM)

São 5.384 unidades habitacionais da segunda etapa do Residencial Viver Melhor, no bairro Santa Etelvina, Zona Norte de Manaus, incluso no programa do Governo Federal Minha Casa, Minha Vida.

Manaus01_Viver_Melhor01

Dilma entrega caminhões-pipas e máquinas em Alagoas e no Piauí

Com a entrega dos caminhões na terça-feira (18), Alagoas contabilizará o recebimento de 310 equipamentos do PAC2, distribuídos em 95 retroescavadeiras, 67 motoniveladoras, 72 caminhões-caçamba, 44 caminhões-pipas e 32 pás carregadeiras. No Piauí, até a conclusão das entregas, a previsão é que sejam doados mais 136 equipamentos, com um investimento aproximado de R$40 milhões.

PAC_Caminhões01

Nova UPA 24 horas de Chapecó (SC) já atendeu mais de 6 mil pacientes

Recém-inaugurada, UPA de Chapecó já atendeu mais de 6 mil pacientes. Nesta semana, a prefeitura realizou balanço dos primeiros dias de atendimento na unidade.

UPA_Chapeco01

Campus avançado da Universidade Federal de Alfenas, em Varginha (MG)

O campus avançado da Universidade Federal de Alfenas (Unifal), que fica em Varginha, no sudeste de Minas Gerais, foi inaugurado em agosto de 2013 pela presidente Dilma. A Unifal oferece os cursos de bacharelado interdisciplinar em ciência econômica e os de administração pública, ciências atuariais e ciências econômicas com ênfase em controladoria.

Universidade_Federal_Alfenas01

Mato Grosso terá segunda ferrovia

Presidente estará no dia 11 em Lucas do Rio Verde para dar a largada na Ferrovia Integração Centro-Oeste (Fico), que vai permitir que os grãos produzidos na região Centro-Oeste saiam em direção aos portos de São Luís (MA), Ilhéus (BA), Pecém (CE) e Suape (PE).

Ferrovias02_MT

Nova unidade da Fafen será inaugurada em Sergipe

Está prevista para este mês a vinda da presidente Dilma Rousseff para a inauguração da nova unidade de produção da Fábrica de Fertilizantes Nitrogenados da Petrobras em Sergipe (Fafen/SE), que receberá o nome do ex-governador Marcelo Déda.

Fertilizantes01_Sergipe

Minha Casa Minha Vida já beneficiou mais de 1,5 milhão de famílias

Mais de 1,5 milhão de famílias brasileiras já foram beneficiadas pelo Programa Minha Casa Minha Vida do governo federal. Foram contratadas 2,24 milhões de moradias e até o final do ano, a previsão é que outras 510 mil sejam contratadas, atingindo a meta de 2,75 milhões de casas e apartamentos.

Minha_Casa_Minha_Vida05

Parque Eólico Fleixeiras I, Trairi (CE)

Estão em fase de testes mais cinco aerogeradores do parque eólico Fleixeiras I, no município de Trairi, no litoral Norte do Ceará.

Cada máquina gera 2,3 MW. Já estavam em testes havia uma semana as outras sete máquinas do parque, que é da Tractebel Energia. A potência instalada desse parque é de 30 MW.

Energia_Eolica03_Ceara

Indústria naval brasileira coloca mais um navio em operação

Navio José Alencar, com 180 metros de cumprimento, foi entregue pelo estaleiro Mauá e tem capacidade para transportar 56 milhões de litros de combustíveis. Esta é a sexta embarcação a ser incluída na frota em dois anos, finalizando o primeiro lote de encomendas aos estaleiros brasileiros.

Industria09_Naval

Municípios do sul fluminense ganham novo hospital

O Hospital Geral da Japuíba-Jorge Elias Miguel será aberto oficialmente pela prefeitura de Angra dos Reis, amanhã (6) em comemoração ao aniversário de 512 anos da cidade. Ele terá, inicialmente, 200 leitos de capacidade para internação e será mantido com recursos de R$36 milhões por ano do governo federal, equivalentes a 50% do total, mais R$18 milhões do governo fluminense e os restantes R$18 milhões do governo municipal.

Hospital_RJ01

Plataforma P55 entra em operação no Campo de Roncador

A Petrobras informa que a plataforma de produção P55 entrou em operação ontem (31/12), no campo de Roncador, na Bacia de Campos. A P55 é parte integrante do projeto Módulo 3 do campo de Roncador. Nela serão interligados 17 poços, sendo 11 produtores de petróleo e gás e seis injetores de água.

Plataforma_P55

Rodovia do Parque é inaugurada no Rio Grande do Sul

A presidente Dilma Rousseff, que inaugurou a BR-448, conhecida como Rodovia do Parque, em Canoas, na manhã de sexta-feira (20), aproveitou a oportunidade para avisar que a segunda ponte do Guaíba começará a ser construída em 2014.

Rodovia_RS01

Brasil começa explorar energia limpa das ondas

Já existe uma nova forma de produzir energia elétrica proveniente de fontes limpas e a primeira grande experiência brasileira está acontecendo: tirar energia das ondas do mar. Localizada no Porto de Pecém, no Ceará, a primeira usina para esse tipo de produção está em desenvolvimento.

Porto02_Ceara

Concluídas obras da P62 em Pernambuco

A presidente Dilma Rousseff participou, na terça-feira (17) da inauguração da plataforma P62, primeira obra dessa modalidade realizada em Ipojuca (PE). Durante quase três anos, cerca de 5 mil trabalhadores ergueram uma estrutura de mais de 60 mil toneladas, 330 metros de comprimento e 119 metros de altura, com capacidade para 110 pessoas e que terá capacidade de produzir 180 mil barris de petróleo e 6 milhões de m³ de gás quando estiver em operação no campo de Roncador, na Bacia de Campos.

Plataforma_P66

Perímetro irrigado Vale do Salitre, em Juazeiro (BA)

A região do Vale do Salitre fica no semiárido nordestino, distante cerca de 20 km de Juazeiro. Situado na margem direita do Rio São Francisco, o projeto Salitre tem como objetivo promover a produção agrícola local.

Salitre01_Juazeiro

Ferrovia Norte-Sul: 90% das obras executadas no trecho entre Palmas (TO) e Ouro Verde (GO)

Ferrovia está praticamente pronta, com 90% das obras executadas, de Palmas até Ouro Verde (GO).

Ferrovias03_Norte_Sul

Mais de R$1 bilhão serão investidos em 10 novos parques eólicos no Rio Grande do Sul

Mais de R$1 bilhão serão investidos na Metade Sul do Estado para a construção de 10 novos parques eólicos. O regime de ventos favorável à energia limpa é um dos fatores determinantes para a expansão, assim como a questão ambiental.

Energia_Eolica04_RS

Transposição chegará a 75% de execução até o fim do ano

O Projeto de Integração do São Francisco é a maior obra de infraestrutura hídrica do país e figura entre as 50 maiores construções de infraestrutura em execução no mundo. O empreendimento vai levar água a uma população de mais de 12 milhões de pessoas em 390 municípios nos estados de Pernambuco, Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte. Segundo o ministro Francisco Teixeira, 52% das obras já estão concluídas, e existe a previsão de um avanço de 25% até o final deste ano e os outros 25% até o final de 2015.

Transposicao_Sao_Francisco01

Provavelmente você nunca viu, ouviu ou leu isso na imprensa grande. Vale tudo para fazer as pessoas pensarem que o Brasil parou e para materializar o recalque da elite nacional. Depois não se consegue entender o motivo de a presidenta Dilma estar sempre em primeiro lugar nas pesquisas de intenção de voto, mesmo nas dos institutos ligados à mídia grande.

Cuidado com a ativista Ana Paula. Ela é contra o pré-sal!

31 de dezembro de 2013
Greenpeace03_Ana_Paula

Ana Paula é contra a exploração do petróleo? Será que ela possui carro? Ela viaja de avião e navio. Eles são movidos a água?

A ativista brasileira do Greenpeace, Ana Paula Maciel, que ficou presa na Rússia por 100 dias, por participar de um protesto contra a exploração de petróleo no Ártico, também se diz contrária à exploração do pré-sal no Brasil. Segundo ela, “é muito profundo, desnecessário” e coloca em risco parques marítimos como Abrolhos e Fernando de Noronha. Ana Paula também critica as empresas chinesas que fazem parte do consórcio que fará a extração do óleo. O discurso alarmista desconsidera avanços da tecnologia e da engenharia do petróleo, além de não levar em conta os dividendos de investimentos para saúde e educação que serão gerados pelo pré-sal.

Via Brasil 247

A ativista brasileira do Greenpeace, Ana Paula Maciel, que retornou ao Brasil no sábado, dia 28, após ficar presa na Rússia por 100 dias, por participar de um protesto contra a exploração de petróleo no Ártico, se posicionou também contrária à exploração do pré-sal.

Segundo ela, “é muito profundo, desnecessário” e coloca em risco parques marítimos como Abrolhos e Fernando de Noronha. Em tom bastante alarmista, ela vê risco de um acidente ambiental de grandes proporções e critica as empresas chinesas que fazem parte do consórcio que fará a extração do óleo. “São empresas tradicionalmente desleixadas em relação ao meio ambiente”, afirma.

Ainda segundo a ativista, a exploração do pré-sal gera, automaticamente, poluição. “O problema é que nós pensamos dentro de uma geração sem pensar nas próximas”, disse Ana Paula, frisando que a extração do petróleo da região do pré-sal deverá contribuir para a aceleração dos prejuízos ambientais em escala global.

As declarações de Ana Paula Maciel são uma espécie de afronta à tecnologia. Ao falar até em possibilidade de grandes acidentes ambientais, por causa do pré-sal, ela desconsidera os avanços da engenharia do petróleo e não enxerga a geração de recursos que serão investidos em educação e saúde com a exploração do pré-sal em mares brasileiros.

Petrobras 60 anos, com meta de dobrar produção

3 de outubro de 2013
Petrobras12_GV

Em 1953, o presidente Getulio Vargas assina a Lei 2.004, criando a Petrobras.

Via Fatos & Dados

Em 3 de outubro, a Petrobras completou 60 anos de história. Em ritmo acelerado, ela tem como meta dobrar a atual produção de petróleo até 2020, chegando a 4,2 milhões de barris por dia (bpd). Só em 2013, nove plataformas, com capacidade de produção somada de 1 milhão de bpd, serão entregues. Estão contratadas 28 sondas de perfuração marítimas para águas ultra profundas. Esses equipamentos estão sendo, pela primeira vez, construídos no Brasil, e começam a ser entregues em 2015. Para transportar o petróleo até a costa, 49 navios de transporte foram encomendados, cinco deles já entregues.

Na área de Refino, também é planejado um grande salto. A produção de derivados, entre eles diesel, gasolina e querosene de aviação, subirá dos atuais 2,1 milhões de barris por dia para 3 milhões bpd em 2020. A Refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco, e o Comperj (Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro) serão os grandes responsáveis pelo aumento. O primeiro trem da Refinaria Abreu e Lima está previsto para entrar em operação em novembro de 2014 e o segundo em maio de 2015. Já o primeiro trem do Comperj começará a operar em agosto de 2016.

No segmento de fertilizantes, a Petrobras vai quase dobrar a atual capacidade de produção de ureia, atingindo 3,5 milhões de toneladas em 2020. Para isso, duas unidades de fertilizantes, uma no Mato Grosso do Sul e outra no Espírito Santo, estão sendo construídas. Em julho deste ano, essa capacidade – que era de 1,1 milhão de tonelada/ ano – chegou a 1,8 milhão tonelada/ano com a aquisição da Fábrica de Fertilizantes do Paraná.

Para conseguir dobrar de tamanho, foram desenvolvidas tecnologias de ponta. Seu Centro de Pesquisas (Cenpes), além das pesquisas em seus laboratórios, coordena 49 redes temáticas, com 88 universidades, um dos maiores modelos de colaboração entre empresas e academia no Brasil. Os temas de cada rede são relacionados às suas metas tecnológicas. Com a descoberta do pré-sal, a escala e a complexidade das demandas têm aumentado, estimulando várias empresas fornecedoras, incluindo multinacionais, a construir centros de pesquisa no Brasil, em locais próximos às nossas instalações ou de universidades parceiras.

Campanha com filmes

Para celebrar o 3 de outubro, a Petrobras lança a série “Origem da Inspiração”, com cinco filmes em linguagem cinematográfica, de dois minutos cada um. O primeiro filme tem como tema a história da companhia, a ser contada de trás para a frente: do pré-sal à campanha que ficou conhecida como “O Petróleo é Nosso”. O filme é assinado pelas diretoras Paula Trabulsi e Kátia Lund.

Os outros quatro episódios, também assinados por cineastas (Juliana Rojas, Anna Azevedo, Álvaro Furloni e Aly Muritiba), contarão histórias inspiradoras de superação, paixão e obstinação de brasileiros. Os filmes serão exibidos em mais de 400 salas de cinema, com público estimado em mais de 1 milhão de pessoas, e também poderão ser vistos no site petrobras.com.br/meinspira.

Além de televisão, cinema e internet, a campanha publicitária poderá ser conferida em jornais, revistas, rádios e estações de metrô.

Petrobras11_Badeira_Pre_Sal

Pré-sal: O fundo do mar é nosso.

Crescimento de produção e reservas

Ao ser criada, em 1953, a Petrobras recebeu o acervo do Conselho Nacional de Petróleo (CNP), então responsável pela condução das atividades do setor: 2.700 barris de produção de petróleo por dia em terras da Bahia, 170 milhões de barris de petróleo em reservas, além de uma refinaria operando e outra em construção. Atualmente, as reservas provadas no Brasil são de 15,7 bilhões de barris de óleo equivalente (petróleo e gás natural), além de descobertas que podem, no mínimo, dobrar esse volume nos próximos anos. A companhia tem 12 refinarias em operação no Brasil, duas em implantação e outras duas em fase de projeto.

A Exposição Petrobras em 60 Momentos, no site da Agência Petrobras, apresenta as imagens mais marcantes da empresa, desde a década de 1950 até os dias atuais, acompanhadas de textos que contam sua história.

É o petróleo, estúpido: Dilma diz que EUA espionam de olho no pré-sal

9 de setembro de 2013

Obama_Pre_Sal01

Fernando Brito, via Tijolaço

A frase famosa de James Carville, o marqueteiro de Bill Clinton, só pode ser traduzida assim para o caso do grampeamento, pelo governo dos EUA, dos telefones e e-mails da presidenta Dilma Rousseff.

Não surpreende que seja, nem para ela própria, como registra o Painel da Folha de terça-feira, dia 3/9, dando conta de que, numa reunião com ministros, ela teria apontado o leilão do pré-sal como motivo para ser espionada pelos EUA.

Leilão do pré-sal entenda-se como a outorga do campo de Libra, prevista para outubro, onde se decidirá quem vai, ao lado da Petrobras, explorar a maior área petrolífera nova do planeta. Mas há outras iniciativas bem menos zerozerosséticas para servir estes interesses.

Fora do governo, na oposição, elas são evidentes desde que José Serra se encontrou com dirigentes da Chevron e disse para não se preocuparem com a regras criadas por Lula e Dilma sobre o pré-sal que, na Presidência, ele as jogaria no lixo.

Mas elas existem dentro do governo, também. Ou alguém acha que foi por acaso que “fontes do Planalto e do Banco Central” sugeriram “rediscutir” a parcela mínima da Petrobras no pré-sal? Ou que a Dona Magda Chambriard, diretora da ANP, mandou os congressistas abrirem um debate sobre a conveniência de manter as regras atuais?

Se para vender umas centenas de trens para São Paulo os interesses das grandes corporações fizeram o que agora se sabe terem feito, o que dirá para botar a mão na maior província petrolífera a ser explorada, hoje?

A Petrobras tem de fazer o possível e o impossível para chegar a 50% mais um do controle de Libra. É vital para o País, não apenas porque é estratégico controlar tamanha riqueza quanto porque é dinheiro certo e muito.

Tanto que explica até as orelhas compridas da espionagem norte-americana.

Dilma diz que royalties permitirão “transformar professor em profissão de status no País”

23 de agosto de 2013
Dilma_Fies01

Em cerimônia para celebração de 1 milhão de contratos do Fies, presidenta afirmou também que status “se reconhece com remuneração”.

Via Rede Brasil Atual

A presidenta Dilma Rousseff disse na quinta-feira, dia 22/8, em São Paulo, na cerimônia de celebração de 1 milhão de contratos do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), que a aprovação do projeto de lei dos royalties do petróleo (PL 323/07) proporcionará a oportunidade de “mudar o padrão educacional do País”. “Precisamos desses recursos para pagar professores e transformar a profissão numa profissão de status no Brasil”, disse Dilma. “Status se reconhece com remuneração. Era necessário mais recursos (para a educação), e isso conseguimos com a aprovação dos recursos no Congresso.”

O projeto aprovado na Câmara dos Deputados, na segunda-feira, dia 19/8, prevê a destinação de 75% dos royalties do petróleo para a educação, à qual também serão destinados 50% do Fundo Social do pré-sal. A nova lei prevê a destinação ainda de 25% dos royalties à saúde.

A presidenta afirmou que, com esses recursos, o Brasil poderá investir em educação básica. “Precisamos valorizar o professor alfabetizador. Tratar desde cedo a raiz das desigualdades e também o acesso às creches, pois até os seis anos se definem as capacidades de aprendizado das crianças.”

Ela defendeu que, com mais recursos, o sistema educacional possa disseminar o ensino em tempo integral em dois turnos, “essencial para mudar o padrão educacional”. “Para ser grande, o País precisa ter ensino em tempo integral, não só para ter [no período adicional] atividades esportivas e artísticas, mas para ter aulas de português, matemática, geografia e estudar uma língua.”

Dilma voltou a destacar que a “vitória” no Congresso será comemorada “nos próximos 50 anos” e que a nova legislação permitirá um incremento de “quase R$2 bilhões” no orçamento da educação no ano que vem e R$112 bilhões em investimentos nos próximos dez anos em saúde e educação.

Prefeito e ministro

O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, disse que “a construção do Fies só foi possível graças à construção do Enem, feita pelos ministros Tarso Genro e Fernando Haddad”. Genro é agora governador do Rio Grande do Sul, e Haddad, prefeito de São Paulo.

Mercadante lembrou que o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) já conta com 7,2 milhões de inscritos e destacou o investimento em universidades federais. “Nos últimos dez anos, passamos de 148 campi para 321. Mais do que dobramos a estrutura, oferecendo mais de 25% das vagas do ensino superior. O ProUni criou 1,2 milhão de vagas”, disse.

Segundo Mercadante, o curso de Engenharia é o mais procurado pelos bolsistas do Fies, com 179 mil bolsas. “Isso mostra que o País cresce”, ressaltou o ministro.

Segundo o prefeito de São Paulo, são 200 mil pessoas atualmente beneficiadas por um dos dois programas, ProUni ou Fies. Ele lembrou que a Unifesp terá mais um campus na capital, na zona leste. “O futuro de transformação é pela educação”, disse Haddad.


%d blogueiros gostam disto: