Posts Tagged ‘Mayara Petruso’

Misoginia: No Twitter, militante gay ataca Dilma e outras mulheres

13 de abril de 2013
ElCapeto09_Capa

O tuiteiro @elcapeto espalha ódio na rede social e depois tranca sua página.

Amadeu Leite Furtado

Quem acompanha as redes sociais já percebeu que, desde 2010, após a campanha suja do derrotado José Serra para presidente da República, os revoltadinhos e os meliantes, digo, militantes do ódio, saíram do armário para destilar seu preconceito, sua xenofobia, sua homofobia e, agora, sua misoginia.

Os casos mais clássicos são os da estudante universitária paulista Mayara Petruso, que foi condenada a 1 ano e meio de reclusão, devido as suas mensagens de incitação à violência contra nordestinos em sua página do Facebook em 2010; do pastor Silas Malafaia, que, apoiando Serra nas eleições de 2012 para prefeito, disse que o “kit gay” e os homossexuais são um perigo para a sociedade; e dos Revoltados on-line, reacionários que pregam a segregação e o neonazismo nas redes.

Porém, desde o ano passado, apareceu no Twitter o misógino Painho Mágico Cosme, vulgo @elcapeto. Trata-se do Chico, famoso militante gay do Rio de Janeiro, que vem sistematicamente atacando os apoiadores de Dilma Rousseff e as feministas, independente de serem defensoras da presidenta ou não. Sua misoginia fez várias vítimas no Twitter, além da presidenta. Só para citar algumas: @vleonel, @lolaescreva, @nadialapa, @Luisa_Stern e @cynaramenezes. Não bastasse isso, ele tentou beijar Zé de Abreu (hihihi!) à força num encontro no Rio de Janeiro.

Os ataques de @elcapeto não são pontuais e, sim, sistemáticos. E sempre com conotação machista com termos como “puta”, “cadela” etc. Após ser denunciado por alguns internautas, ele trancou sua página no Twitter, ou seja, apenas seus seguidores podem ver seus posts. Um tuiteiro, que tem estômago forte para segui-lo, criou o blog Militantes do Ódio no Tumblr para mostrar o que ele escreve.

Então… Essas barbaridades ficarão impunes?

ElCapeto06

***

Leia também:

Ódio nas redes sociais: Tuiteiro diz que Emir Sader “merece surra de gato morto”

Psolista mostra seu preconceito contra os nordestinos e contra Lula no Facebook

27 de outubro de 2012

O preconceito e a xenofobia, que até então eram características apenas da direita reacionária e nazista, também atingem pessoas ditas progressistas (sic). O psolista merece o “Prêmio Mayara Petruso” na categoria preconceito das eleições 2012.

Quem entra na página do Facebook de Pedro Muniz (imagem acima), ou Pedro Ciclista Guarani-Kaiowá, imagina que está num ambiente de uma pessoa engajada nas novas tendências de mobilidade das grandes cidades e preocupada com o problema que aflige a comunidade indígena do Mato Grosso do Sul, que luta até a morte por suas terras. Pode até ser, mas, por trás de tudo isso, existe uma mente sectária, preconceituosa e rancorosa contra Lula, nortistas e nordestinos. Essas não são características básicas de um militante de esquerda.

Num simples post no Facebook em homenagem aos 67 anos do ex-presidente Lula e convocando a militância do Partido dos Trabalhadores para ficar alerta nas eleições de 28 de outubro, o psolista Pedro Muniz colocou um comentário, afirmando que a militância dos filiados e simpatizantes do PT é paga. A do PSOL, não.

Mais adiante, o psolista diz que o remédio para acabar com “gente viciada em Lula” – que tem mais de 80% de aprovação dos brasileiros (haja viciado!) – é o “mensalão”.

Depois elocubrar sobre os males que ocorrerão ao País caso algumas hidrelétricas sejam construídas pelo governo federal, Pedro Muniz chegou ao ápice da idiotice: diz que “sente pena” das pessoas que acreditam no Lula e, mostrando todo seu preconceito contra os nortistas e nordestinos, afirma que prefere José Serra a Lula, porque o tucano não iria criar o “bolça miséria” para incentivar nortistas e nordestinos a terem filho. Pode um negócio desses?

Nas eleições de 2010, a estudante universitária paulista Mayara Petruso foi condenada a 1 ano e meio de reclusão por mensagem preconceituosa e de incitação à violência contra nordestinos em suas páginas nas redes sociais. Será que Pedro Muniz não pode ser enquadrado também?

Em tempo: segundo sua página no Facebook, Pedro trabalha como Relações Públicas no Cine Odeon, estudou História na UFRJ e mora em Istambul (sic), tendo nascido em Niterói (RJ).

Mayara Petruso, a “musa dos preconceituosos” nas eleições de 2010.

Atualizado às 00:38, de 28/10/2012.


%d blogueiros gostam disto: