Gasto do governo Bolsonaro com agentes da Abin chega a R$8,7 milhões

Jair Bolsonaro e Alexandre Ramagem, diretor-geral da Abin. Foto: Valter Campanato/Agência Brasil.

Em 18 meses, gastos com diárias e passagens do atual governo superam em 51% total de Temer e em 550% do segundo mandato de Dilma durante o mesmo período

Via Jornal GGN em 18/8/2020

A Presidência da República gastou R$8,7 milhões em diárias e passagens de agentes da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) apenas nos primeiros 18 meses do governo Jair Bolsonaro.

O montante supera em 51,1% o gasto registrado no governo Michel Temer no mesmo período (R$5,7 milhões) e em 550% o contabilizado no segundo mandato de Dilma Rousseff (R$1,3 milhão).

Segundo o jornal O Globo, os valores confirmam a prioridade de Bolsonaro a ações de inteligência, e são um sinal de que os agentes estão se movimentando para preparar relatórios sigilosos com mais frequência.

Os gastos da Abin são sigilosos, enquanto os dados das execuções orçamentárias com diárias e passagens podem ser apurados no portal da transparência do governo.

Outros gastos relacionados com inteligência incluem R$1,3 milhão para serviços de consultoria e R$26,6 milhões para serviços de tecnologia da informação e comunicação. Os gastos da Abin são sigilosos, enquanto os dados das execuções orçamentárias com diárias e passagens podem ser apurados no portal da transparência do governo.

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: