Procurador norte-americano confessa parceria com a Lava-Jato

Procurador Kenneth Blanco.

Via Portal do Lula em 15/7/2020

No vídeo abaixo, aparece Kenneth Blanco, um procurador norte-americano, em uma conferência em Nova York, em 2017. Ele explica a “teoria da conspiração” da colaboração entre Lava-Jato e o Departamento de Justiça dos EUA. Um “relacionamento íntimo”, que desprezava “procedimentos formais”.

Ele admite que é uma cooperação baseada em “confiança” e por vezes fora dos “procedimentos oficiais”. Blanco refere-se especificamente à sentença condenatória proferida contra Lula. Elogia a cooperação dos procuradores e ressalta, várias vezes, a parceria norte-americana com membros do MPF.

Como o procurador descreve no vídeo, a parceria culminaria, entre outros fins, na condenação do ex-presidente Lula, dias antes deste vídeo.

A fala foi feita na conferência Lições do Brasil: Combatendo a corrupção em meio às turbulências políticos

A “tremenda” parceria descrita por Blanco foi questionada por democratas norte-americanos em agosto de 2019. A carta enviada (clique aqui) ao secretário de Justiça, William Barr, nunca obteve resposta.

Anos mais tarde, o Intercept revelaria os diálogos dos procuradores da força-tarefa da Lava-Jato confirmando a atuação do FBI e do DOJ em solo brasileiro (Como o FBI influenciou os procuradores da Lava-Jato).

Clique aqui para ler a íntegra do habeas corpus apresentado pela defesa para anulação dos processos contra o ex-presidente Lula.

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: