Paulo Guedes passa a mão no Banco do Brasil

Carlos Fernandes em 9/7/2020

Paulo Guedes, nosso atual ministro da Economia, nunca foi conhecido exatamente como um exemplo de honestidade no meio financeiro, área na qual fez fortuna.

Muito pelo contrário, hoje encontra-se às voltas com a justiça federal para explicar atuações fraudulentas da ordem de até R$1 bilhão nos fundos de pensão de empresas estatais.

Voraz especulador acostumado a fazer dinheiro fácil a partir de informações privilegiadas e acordos espúrios entre comparsas do ramo, não seria agora que cuida do galinheiro que essa velha raposa iria se comportar.

Com o controle nas mãos de ativos bilionários nos bancos estatais, Guedes, novamente, faz a sua mágica acontecer.

Em comunicado oficial ao mercado, o Banco do Brasil informa que vendeu uma carteira de crédito de R$2,9 bilhões (em sua maioria em perdas) a um fundo do banco BTG Pactual.

Transação inédita em sua história, essa é a primeira vez que o BB comercializa esse tipo de carteira com uma empresa fora do seu conglomerado.

Como pagamento pela transação, o banco (ainda) controlado pelo Estado, receberá apenas R$371 milhões.

Em bom português, o que o BB fez foi entregar um ativo com potencial de recuperação de quase R$3 bilhões por menos de meio bilhão.

Lucro excepcional para o setor privado mais do que garantido.

A coisa em si já seria escandalosa o suficiente se não contasse com um detalhe adicional.

Como absolutamente tudo nesse governo, por uma “coincidência” incrível um dos fundadores do BTG Pactual não é outra pessoa senão o próprio Paulo Guedes.

Vê-se aqui com muita clareza como a riqueza no capitalismo é gerada através da “meritocracia”.

Paulo Guedes, que tantas vezes já deixou claro o seu desejo de vender essa “porcaria”, demonstra agora que fundamentos econômicos “para o país” embalam sua orientação no “saneamento do Estado”.

E na esteira dessa enorme “prestação de serviço” para o Brasil, pelo “dever cívico” da entrega do patrimônio público, os agiotas de luxo que tão arduamente se prestam a essa labuta, são, claro, sempre muito bem recompensados.

REDES SOCIAIS

2 Respostas to “Paulo Guedes passa a mão no Banco do Brasil”

  1. Edson Lima Says:

    Daí percebe-se a monumental facilidade de convivência do Brasil, do brasileiro e das Instituições conviverem amistosamente com salteadores do erário!

  2. Magda ferreira santos Says:

    QUANDO É QUE VÃO VENDER ESTE ANÃO ASQUEROSO E CORRUPTO PRA OS EUA DE ONDE NUNCA DEVERIA TER SAÍDO?

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: