A lei não é para todos: Moro confessa na GloboNews que tratou Lula como adversário em um ringue de boxe

Via Comitê Lula Livre em 6/7/2020

O ex-juiz Sérgio Moro, que condenou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva numa sentença criticada pelos maiores juristas do Brasil e do mundo, abrindo caminho para a ascensão de Jair Bolsonaro, de quem foi ministro, admitiu que o depoimento de Lula na Lava Jato foi tomado num “ringue” de boxe – o que reforça a suspeita de parcialidade. A declaração foi concedida em entrevista à Globonews, da Globo.

Pode isso, STF?
Com a sua fala no programa da Globo News deixa claro, Moro rompeu a determinação de imparcialidade e impessoalidade, fixadas pela Constituição Federal de 1988, pelo Código de Processo Penal e pelo Código de Ética da Magistratura.

Sua suspeição é irrefutável, e tem como consequência a nulidade absoluta do processo, na forma prevista no inciso IV, do artigo 254, c/c inciso I, do artigo 564, ambos do Código de Processo Penal.

A defesa do ex-presidente e a Campanha Lula Livre alegam que Lula não teve um julgamento justo conforme determina a legislação brasileira. Moro coordenou o trabalho dos procuradores da operação Lava Jato e não foi imparcial durante todo o processo de julgamento do líder metalúrgico.

É por isso que a Campanha em defesa do ex-presidente que reúne amplos movimentos sociais e diferentes partidos políticos defende que o julgamento precisa ser anulado.

Por todas as evidências que a história (ela é implacável mesmo) vai revelando – como a participação do FBI (Departamento de Justiça dos Estados Unidos), a influência de Moro nos trabalhos dos procuradores do Ministério Público, as ações que sabotaram a soberania nacional, a divulgação do grampo de ligação da ex-presidente Dilma Rousseff e tantas outras atrocidades jurídicas, como grampear o escritório dos advogados Cristiano e Valeska Zanin – o julgamento de Lula precisa ser anulado, porque tanto ele quanto o Brasil precisam de justiça.

Papel da imprensa
Parte da imprensa na época do julgamento também tinham essa mesma concepção do papel de Moro, ou seja, que ele era o acusador. Mas como essa mesma imprensa servia (e serve) como operadora da Lava Jato em um acordo maior que envolve a soberania nacional, ela não fez o seu papel de analisar e retratar as infrações do juiz. Fez o contrário, ajudou a constituir a narrativa de que ele era o ‘novo herói nacional’.

***

Moro vai parar nos TTs após afirmar em entrevista que estava no “ringue” enquanto julgava Lula
A expressão pegou mal. O ex-juiz deveria fazer o papel de árbitro durante as audiências com Lula e não se colocar na posição de quem luta contra alguém que está sendo julgando.
Via Revista Fórum em 6/7/2020

O ex-juiz e ex-ministro da Justiça Sérgio Moro foi parar nos Trend Topics do Twitter, na manhã de segunda-feira [6/7], após usar em entrevista ao jornalista Valdo Cruz, da GloboNews, metáfora onde definiu a sua participação no julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como “no ringue com Lula”.

A expressão pegou mal entre os internautas para quem o ex-juiz deveria fazer o papel de árbitro durante as audiências com Lula e não se colocar na posição de quem luta contra alguém que está sendo julgando.

Repercussão
O juiz federal Luís Carlos Valois comentou que Sérgio Moro não agiu com a isenção demandada de um magistrado.

O criminalista Augusto de Arruda Botelho explicou a Moro.

O deputado federal Paulo Pimenta (PT) disse que Moro fez uma “confissão”.

O advogado Rafael Valim questionou.

O ex-senador Lindbergh Farias (PT) aproveitou a deixa para cobrar o STF.

Leia também:
Cristiano Zanin: Lula foi prisioneiro dos Estados Unidos em solo brasileiro
Zanin rebate condenação injusta de Lula pelo TRF4

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: