Fiel a seu estilo, Bolsonaro avança com sua boiada sobre o povo brasileiro

Medidas de Bolsonaro impedem que armas e munições sejam rastreadas, atrapalhando investigações como a do assassinato de Marielle.

A novidade é a flexibilização do controle de armas, em consulta pública até 5 de julho. Mas suas ações durante a pandemia vão muito além

Cida de Oliveira, via RBA em 3/7/2020

Enquanto o Brasil faz o que pode para enfrentar a pandemia de covid-19, que já infectou quase 1,5 milhão de brasileiros e matou mais de 61 mil, o presidente Jair Bolsonaro vai aproveitando para passar sua boiada. Na segunda-feira (29), o Exército abriu consulta pública para colher sugestões da sociedade para a regulação do rastreamento de armas e munições. O prazo, curtíssimo, expira no domingo [5/7]. Clique aqui para participar.

Com esse verniz de democracia, Bolsonaro pretende um cessar-fogo com o Ministério Público Federal (MPF). No dia 15 de maio, procuradores ingressaram na Justiça com uma Ação Civil Pública que pede, em caráter liminar, a declaração de ilegalidade da revogação das portarias do Comando Logístico do Exército nº 46, 60 e 61, que tratam do rastreamento, identificação e marcação de armas, munições e demais produtos controlados.

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: