Decotelli entrou sem concurso na Marinha e também mentiu em currículo militar

Carlos Alberto Decotelli com Carlos Nadalim e Bernardo Goytacazes no Senado. Foto: Geraldo Magela.

Apresentado como “oficial da reserva da Marinha”, ministro da Educação teria prestado serviço temporário na força. Militares veem “exibicionismo indevido”.

Thais Oyama em 30/6/2020

O ministro da Educação não edulcorou em seu currículo apenas seus feitos acadêmicos, mas militares também.

Na apresentação feita pelo portal do Ministério da Educação na época em que assumiu a presidência do FNDE, Carlos Alberto Decotelli é apresentado como “Oficial da Reserva da Marinha”.

Na verdade, Decotelli pertence à categoria da reserva de Segunda Classe da Marinha – é um “RM2”.

Isso significa que ingressou sem concurso na Força para prestar lá um serviço militar temporário (no caso do ministro, um período bastante curto).

Ao contrário dos militares de carreira, os temporários não passam pelas escolas de formação de oficiais e vão para a reserva sem remuneração.

Aos olhos dos militares, o fato de um “temporário” se apresentar como “oficial da reserva” de qualquer Força soa “um exibicionismo indevido” – para dizer o mínimo.

Em seu currículo Lattes, o ministro também se diz “Intendente Honorário da Marinha”. Trata-se de um título honorífico, uma condecoração de valor relativo, na avaliação de oficiais da Força.

Ao contrário de honrarias como a Ordem do Mérito Naval ou a Medalha do Mérito Tamandaré, o título de “Intendente Honorário” não é dado pelo Presidente da República, mas oferecido pelo Secretário-Geral da Marinha.

O Planalto faria bem também se checasse os cursos que o ministro indica ter dado na Escola de Guerra Naval.

Pode haver inconsistências.

Leia também
Em nota, FGV informa que Decotelli não deu aulas lá e Bolsonaro deve trocar nome ainda hoje
Carla Zambelli apaga postagem em que elogiava currículo de Decotelli, o novo ministro da Educação
Devido às inúmeras mentiras no currículo, Bolsonaro adia posse do ministro da Educação
Ministro da Educação ensina a primeira lição: Maquiar currículo funciona
Além de mentir sobre doutorado, ministro da Educação copiou trechos de outras teses em seu mestrado
Mais um militar: Novo ministro da Educação vem da Marinha
Quem são os ministros de Bolsonaro que mentiram no currículo
Universidade alemã avisa que o ministro da Educação não obteve pós-doc na instituição

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: