Mulher de Queiroz estuda fazer delação e contatou dois advogados

Foragida, Márcia Oliveira de Aguiar teme ser presa e pode entregar esquema de corrupção que envolve a família Bolsonaro.

Via Revista Fórum em 27/6/2020

Com prisão preventiva decretada desde 18 de junho e considerada foragida, a mulher de Fabrício Queiroz, Márcia Oliveira de Aguiar, procurou dois escritórios de advocacia esta semana para avaliar os prós e os contras de uma delação premiada.

Ela está disposta a revelar o que sabe sobre o esquema de rachadinhas no gabinete do então deputado estadual Flávio Bolsonaro (Republicanos/RJ), no Rio de Janeiro. As informações foram apuradas pelo jornal Valor Econômico.

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: