O futebol é a nova cloroquina do governo Bolsonaro

Juca Kfouri em 25/6/2020

O ministro Onyx Lorenzoni (foto), aquele que confessou ter recebido, via caixa 2, da JBS, e que foi perdoado pelo então ministro da Justiça, Sérgio Moro, saiu-se com a seguinte pérola em entrevista ao portal Jota: “No Brasil, futebol tem relevância social muito grande. Faz parte do equilíbrio psicoemocional pra enfrentar a pandemia. A longa permanência em casa afetou a convivência nas famílias. Tem conflitos, agressões.”

Já que a cloroquina não deu certo, e apesar de o presidente da República tratar a pandemia como uma gripezinha, o ministro da Cidadania apoia a volta açodada do futebol para distrair a população que obedece as autoridades sanitárias e fica em casa.

Houve época em que, equivocada, a extrema-esquerda considerava o futebol o ópio do povo.

Agora a extrema-direita o trata como se fosse a cloroquina do povo.

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: