Indicação de Weintraub para Banco Mundial depende de oito países

Nome de ex-ministro tem que ser aprovado por membros que são representados pelo Brasil no órgão

Via Painel da Folha em 18/6/2020

A indicação de Abraham Weintraub para a diretoria-executiva do Banco Mundial depende da aceitação de outros oito países que são representados pelo Brasil.

Do grupo fazem parte Colômbia, Equador, República Dominicana, Panamá, Haiti, Suriname, Trinidad e Tobago e Filipinas. Cabe ao Brasil indicar o diretor-executivo que lidera esses países.

A partir de agora, uma carta de indicação tem que ser enviada pelo ministro Paulo Guedes (Economia) para os oito países e, só após a aprovação do nome Weintraub, ele é oficializado no posto.

O cargo está vago desde a saída do economista Fábio Kanczuk, que voltou ao Brasil para ocupar a diretoria de Política Econômica do Banco Central, no ano passado. Enquanto isso, o grupo de países está sendo liderado por uma representante das Filipinas.

O plano de indicação foi antecipado pela coluna da Mônica Bergamo.

Leia também: Vai ser preso?: Weintraub anuncia saída do Ministério da Educação e irá para o Banco Mundial

REDES SOCIAIS

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: