Bolsonaro admite que não há comprovação científica de eficácia da cloroquina, mas insiste no assunto

Via Brasil 247 em 20/5/2020

Jair Bolsonaro admitiu em seu Twitter no início da tarde de quarta-feira [20/5] que o uso da cloroquina para combater a covid-19 não tem qualquer comprovação científica. Mesmo assim, insiste, sem qualquer conhecimento médico, em prescrever seu uso em massa. Ele comparou a indicação medicamento à luta em uma guerra para justificar a defesa de liberá-lo para todos os pacientes.

“Ainda não existe comprovação científica. Mas sendo monitorada e usada no Brasil e no mundo. Contudo, estamos em Guerra: ‘Pior do que ser derrotado é a vergonha de não ter lutado’. Deus abençoe o nosso Brasil!”, escreveu Bolsonaro ao comentar o novo protocolo, divulgado pelo Ministério da Saúde, para a prescrição do remédio.

Segundo o documento divulgado pelo Ministério, liderado pelo general Pazuello, fica permitida a prescrição de cloroquina para casos leves da covid-19. O entendimento anterior era a prescrição do medicamento apenas para casos graves.

No texto, Bolsonaro lembrou que, de acordo com as novas orientações, o medicamento segue ministrado com aval de médicos e pacientes, ou familiares. Pelo documento do ministério, o paciente deve assinar um termo de “ciência e consentimento” sobre o uso da droga.

Veja:

Leia também: Insistindo no uso da cloroquina, Bolsonaro tenta escapar do crime que cometeu

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: