Sindicato dos jornalistas do Rio e Fenaj se solidarizam com Luis Nassif por intimidação de Witzel

Foto: Tânia Rêgo / Agência Brasil.

 

Via Jornal GGN em 8/11/2019

Wilson Witzel é um genocida. Seu comportamento como governador, no Rio de Janeiro, deixa um rastro de morte e dor. Luis Nassif o chamou de genocida. E muitos outros o chamaram de genocida, que tal comportamento frente ao problema enfrentado no Rio não tem outra classificação.

Witzel reagiu a seu modo. Mandou à casa de Luis Nassif a polícia de São Paulo que trabalha em consonância com a do Rio, a Polinter, para, com cenas de intimidação, entregar uma intimação para a prestação de “explicações por ter chamado Witzel de genocida”.

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Município do Rio de Janeiro e a Federação Nacional dos Jornalistas soltaram nota em repúdio à ação intimidatória de Witzel de que foi vítima o jornalista Luis Nassif. Leia a nota a seguir.

Nota de repúdio
O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Município do Rio de Janeiro e a Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) repudiam veementemente a ação intimidatória de que foi vítima o jornalista Luís Nassif, promovida pela Polícia Civil do Estado de São Paulo a pedido do governador do Rio, Wilson Witzel.

Na quinta-feira, dia 7, o editor-chefe do site GGN recebeu em sua porta dois agentes da 3ª Delegacia de Investigações Interestaduais, um deles ostentando uma arma na cintura. Eles entregaram uma carta que indicava um dia na próxima semana para que o jornalista seja ouvido a respeito das críticas a Witzel.

Em artigo no GGN, Nassif chamou o governador do Rio de “genocida” em função de sua política de segurança que tem resultado na morte de inocentes, inclusive crianças como Agatha Félix, de 8 anos, atingida por uma bala perdida quando estava numa Kombi no Complexo do Alemão.

A ação do governador é mais um grave episódio na escalada de intolerância, censura e perseguição à imprensa que, lamentavelmente, tem crescido no país.

O SJPMRJ e a Fenaj manifestam sua total solidariedade a Nassif e reafirmam seu compromisso com a imprensa livre, alinhada com os interesses populares, a democracia, a liberdade e o respeito aos direitos humanos.

Rio de Janeiro, 8 de novembro de 2019

***

POLÍCIA ARMADA BATE À PORTA DE LUIS NASSIF PARA INTIMAR SOBRE VÍDEO COM CRÍTICAS A WILSON WITZEL
Governador do Rio pede explicações sobre um vídeo em que é chamado de “genocida” pelo jornalista.
Via Revista Fórum em 8/11/2019

O jornalista Luis Nassif fez uma transmissão ao vivo na sexta-feira [8/11] revelando que dois policiais civis de São Paulo foram até sua casa na quinta-feira [7/11] para apresentar uma intimação do governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, sobre um vídeo do jornalista em que é chamado de “genocida”.

“O que é genocida? Genocida é o sujeito que é responsável pela proliferação de mortes instintivamente. Esse é o conceito de genocida”, explica o jornalista, que pede desculpas ao governador se a palavra o ofendeu.

Em seguida, Nassif reconhece a validade do termo e defende seu ponto de vista. “O que ele fez? Assumiu o Rio, estimulou a polícia a sair matando, foi alertado por muitos setores, especialistas, jornalistas, que isso vai estimular uma matança indiscriminada”. O jornalista também menciona que Witzel autorizou a polícia a matar no estado e que daria todo o apoio a tais episódios.

“Não há diferenças entre ele e Bolsonaro, Sergio Moro… Mas continuamos aqui na trincheira dos direitos humanos, do direito a vida, e repetindo uma coisa que é de uma obviedade avassaladora: o governador Witzel é um genocida”, finaliza o jornalista, reforçando a opinião que deverá defender perante à polícia.

Os policiais que foram até a casa de Nassif são da 3ª Delegacia de Polícia de Investigações Interestaduais (Polinter) e atendem intimações de outros estados. O jornalista ligou para a delegacia para pedir esclarecimentos, e foi informado que se trata de uma intimação da Polícia Civil do Rio de Janeiro.

Confira o vídeo completo:

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: