Leandro Fortes: A mesquinhez e a crueldade de Moro e Dallagnol

INFAMES
Leandro Fortes em 9/6/2019

Para além da política, as trocas de mensagens entre Sérgio Moro e Deltan Dallagnol revelam a mesquinhez e a crueldade dessas duas figuras lamentáveis.

Revelados pelo The Intercept Brasil, os diálogos são certificados de uma relação imoral e incestuosa entre dois homens, ditos da lei, unidos pelo objetivo de colocar um homem inocente na cadeia, para evitar a volta do PT ao poder.

Um homem de 70 anos, viúvo de uma mulher trucidada pela mesma farsa, agora revelada. Um homem que governara o País por oito anos e que, mesmo na prisão, liderava as pesquisas, nas eleições de 2018.

Ainda assim, friamente, Moro e Dallagnol tramaram a prisão de Luiz Inácio Lula da Silva para, em seguida, silenciá-lo, a tempo de evitar que Fernando Haddad fosse eleito.

Montaram uma farsa para que Moro ganhasse um cargo de ministro e a promessa de ir para o STF.

O julgamento de Lula tem que ser anulado, imediatamente.

E essa gente tem que pagar por essa infâmia.

Leia também: The Intercept: As conversas secretas da Lava-Jato que irão abalar o país

REDES SOCIAIS

Uma resposta to “Leandro Fortes: A mesquinhez e a crueldade de Moro e Dallagnol”

  1. Jandyra Abranches Says:

    Não são apenas mesquinhos e cruéis, esses adjetivos são muito suaves para o mal que esses sujeitos representam. São abjetos, sórdidos, filhos das trevas, vindos do mais profundo e sinistro abismo de além-túmulo. Vade retro.

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: