CPI de Brumadinho é barrada por senador financiado por mineradoras

Audiência pública no Congresso para debater a tragédia da Vale em Brumadinho.

Via DCM em 28/2/2019

A bancada mineira enfrenta resistência no Senado para viabilizar uma comissão mista de investigação dos responsáveis pela tragédia de Brumadinho. A Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI), com Câmara e Senado, reuniria as diversas propostas de CPI das duas Casas, otimizando os trabalhos.

“Está descartada a formação de CPI mista”, anunciou na quarta [27/2] o deputado federal Zé Silva (SD/MG), lendo em voz alta a mensagem vinda do presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM/AP), recebida por ele por WhatsApp.

O recado interrompeu a audiência pública da comissão externa sobre a tragédia de Brumadinho na Câmara, que contava com apresentação do relatório sobre a contaminação do rio Paraopeba, e gerou reações.

“Pizza de cromo e manganês não nos interessa”, criticou o deputado Júlio Delgado (PSB/MG), relator da comissão externa, sugerindo que a CPI no Senado, proposta pelo senador Carlos Viana (PSD/MG), estaria destinada a não produzir resultados, informa a repórter Ana Carolina Amaral, da Folha.

***

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: