O mundo real da educação: Sem internet, 30% das escolas do fundamental não podem enviar vídeo ao MEC

O ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodríguez, pediu às escolas que enviem vídeos dos alunos durante a execução do Hino Nacional.

Ana Carla Bermúdez, via UOL em 27/2/2019

Cerca de 30% das escolas de ensino fundamental de todo o país não conseguiriam atender à proposta do ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodríguez, de enviar ao governo vídeos dos alunos durante a execução do Hino Nacional. Por um motivo simples: não possuem internet.

O pedido, feito pelo MEC (Ministério da Educação), gerou críticas por entidades e pais de alunos, que questionaram o estímulo à filmagem de menores – o que é proibido por lei. Hoje, o ministro divulgou uma versão atualizada da carta e afirmou que a publicação de qualquer vídeo só será feita mediante autorização dos pais.

Dados do Censo Escolar 2018, divulgado em janeiro deste ano, apontam que 30,4% das escolas de ensino fundamental não têm conexão com a internet, contra 69,6% das instituições que possuem acesso à rede.

O Censo Escolar é realizado anualmente pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), órgão vinculado ao próprio MEC. Participam do levantamento todas as escolas públicas e privadas do país.

Segundo o Inep, foram analisados, em 2018, os dados de 128.371 estabelecimentos de ensino fundamental. Mais de 39 mil dessas escolas, portanto, não têm internet disponível.

Nas instituições privadas de ensino fundamental, a disponibilidade de internet chega a 96%. A pior taxa de acesso acontece nas redes municipais, onde a internet chega a apenas 55,9% das escolas.

Na carta enviada ontem a escolas de todo o país, o MEC solicitou que os vídeos cheguem por e-mail, especificando que o arquivo deve ter um tamanho de até 25 MB.

Quando se fala em internet banda larga, de maior velocidade, os indicadores são ainda piores. Segundo o censo, pouco mais da metade das escolas do fundamental (57,6%) têm acesso à banda larga, enquanto 42,4% não possuem esse tipo de recurso – o que corresponde a mais de 54 mil escolas.

O censo reuniu, além das escolas de ensino fundamental, os dados de 115.195 escolas de educação infantil e outras 28.673 instituições de ensino médio.

Nas escolas de ensino médio, a conectividade é maior do que nas escolas de ensino fundamental – tanto com a internet comum quanto com a banda larga.

De acordo com os dados do censo, 95,1% das escolas públicas e privadas desta etapa de ensino têm acesso à internet. Já a internet banda larga está presente em 84,9% das instituições de ensino médio.

Leia também: Ministro da Educação admite ter errado ao pedir que escolas filmem crianças cantando hino

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: