O PowerPoint do pacto “com o Supremo, com tudo”

Rogério Correia em 23/2/2019

Se você pedir a um brasileiro para apontar algum delito de Aécio Neves, ele citará as gravações em áudio e vídeo pedindo propina, a conta na Suíça etc.

Se você pedir a um brasileiro para apontar algum delito de Flávio Bolsonaro, ele mostrará os extratos demonstrados pelo Coaf com movimentação financeira estranha, bem como os cheques assinados em nome do hoje senador pela irmã do comando da milícia que matou Marielle.

Se você pedir a um brasileiro para apontar algum delito de Onyx Lorenzoni, bastará a ele lembrar o confessado caixa 2 cometido pelo hoje ministro de Bolsonaro.

Contra Lula não há gravação, não tem áudio, não existe mala de dinheiro, não tem “bunker” nem há conta no exterior.

Mas é ele, Lula, quem está preso há quase um ano. O presidente mais popular da história brasileira –- talvez por isso na prisão.

Preso por “ato de ofício indeterminado”.

“Com o Supremo, com tudo!”. Vale PowerPoint, Dallagnol?

Rogério Correia é deputado federal (PT/MG).

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: