Em livro, Moro descreve depósitos fracionados como os de Flávio Bolsonaro típicos de lavagem de dinheiro

Via DCM em 19/1/2019

O professor de literatura Idelber Avelar localizou em um livro de Sérgio Moro, Crime de lavagem de dinheiro (2010, Saraiva), uma explicação para os depósitos fracionados na conta de Flávio Bolsonaro.

Diz o ex-juiz, hoje superministro de Bolsonaro:

“Foram apreendidos em operação policial dezesseis cheques emitidos na mesma data, pelo mesmo emitente, tendo sempre o mesmo beneficiário, e com valores que variavam de quatro mil e quinhentos a quatro mil e novecentos. Aparentemente, os cheques seriam utilizados para a realização de um saque em espécie do valor somado de todos. Todos os cheques tinham, portanto, valores inferiores a dez mil reais, e ainda a sua soma era inferior a cem mil reais. Condutas dessa espécie visam evitar que as operações sejam comunicadas ao Coaf”.

Se se substituir cheque por depósito no caixa eletrônico, é o caso de Flávio Bolsonaro.

Vale repetir: Condutas dessa espécie visam evitar que as operações sejam comunicadas ao Coaf.

***

Uma resposta to “Em livro, Moro descreve depósitos fracionados como os de Flávio Bolsonaro típicos de lavagem de dinheiro”

  1. Aristóteles Barros da Silva Says:

    Esperando reação de parte do tal de Moro? Demora, né? No máximo o ex-juiz,agora, oportunista, vai dizer: “isso não vem ao caso!”. Como sempre, saindo pela tangente!

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: