Primeira baixa: Bolsonaro confirma demissão do presidente da Apex depois de ele ignorar decisão de Ernesto Araújo

Alex Carreiro.

Via DCM em 10/1/2019

A demissão repentina do presidente da Apex, Alex Carreiro, transformou-se em mais uma crise do governo de Jair Bolsonaro, com a recusa de deixar o cargo e um mal-estar entre o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, e o Palácio do Planalto.

Reportagem de Talita Fernandes e Thais Bilenki na Folha de S.Paulo informa que, depois de ter desafiado o chanceler Ernesto Araújo, que anunciou sua saída da presidência da Agência de Promoção de Exportações do Brasil (Apex), Alecxandro Carreiro teve sua demissão confirmada pelo Palácio do Planalto, na noite da quinta-feira [10/1].

De acordo com a publicação, Carreiro teve sua demissão divulgada pelo ministro de Relações Exteriores nas redes sociais na noite de quarta-feira [9/1], mas manteve um dia normal de despachos como presidente da agência nesta quinta, gerando mal-estar entre o Palácio do Planalto e o Itamaraty. Pela manhã, inclusive, ele esteve no Planalto, mas não foi recebido por Bolsonaro.

Antecipando a queda de Carreiro, o presidente recebeu, por volta das 17h30, o embaixador Mario Vilalva, indicado pelo chanceler para a presidência da Apex, em encontro do qual também participou Araújo. A saída de Carreiro ocorreu sete dias após sua indicação para presidir a agência e é a primeira baixa do governo Bolsonaro, completa a Folha.

***

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: