Presidente do Metrô nomeado por Dória é réu em ação de improbidade

PROMOTORIA ATRIBUI “GASTO IMPRÓPRIO DE VERBAS PÚBLICAS” A PRESIDENTE DO METRÔ DE DÓRIA
Silvani Alves Pereira responde processo junto com ex-secretário de Saúde do Espírito Santo, Anselmo Tozi (PSDB), e ex-prefeito de Serra e deputado federal, Sérgio Vidigal (PDT/ES), por contratação supostamente irregular de empresa de tecnologia de informação que gerou prejuízo de R$6,5 milhões aos cofres públicos.
Via Folha on-line em 8/1/2019

O governador João Dória (PSDB) anunciou na sexta-feira [4/1] a nomeação de Silvani Alves Pereira, 57, para o comando do Metrô de São Paulo.

Silvani, que já integrou diversos cargos em empresas públicas e privadas e foi secretário-executivo do Ministério das Cidades do governo Temer, é réu em uma ação de improbidade administrativa.

O novo presidente do Metrô aparece como réu em uma ação civil pública referente a supostas irregularidades que teriam ocorrido durante sua gestão à frente da Secretaria de Saúde do município da Serra, no Espírito Santo.

A informação foi divulgada pelo jornal O Estado de S.Paulo e confirmada pela Folha.

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: