Flávio Bolsonaro não confirma depoimento no Ministério Público para explicar caso Queiroz

Via Jornal GGN em 7/1/2019

O depoimento do senador Flávio Bolsonaro sobre ex-motorista Fabrício de Queiroz está marcado para quinta [10/1], no Ministério Público do Rio de Janeiro, mas ele não confirma à imprensa se pretende comparecer à oitiva. O MP convidou o filho do presidente da República para comentar o caso de Queiroz, que foi relatado pelo Coaf por ter movimentado de maneira suspeita cerca de R$1,2 milhão só em 2016. A primeira-dama Michelle Bolsonaro recebeu R$24 mil naquele ano, da conta de Queiroz.

Segundo o jornal O Globo de segunda [7/1], o MP do Rio não foi contatado por Flávio Bolsonaro, que recebeu o pedido para prestar esclarecimentos ainda em 21 de dezembro. “A assessoria do senador eleito disse que não conseguiu localizá-lo para responder se ele compareceria ao MP-RJ.”

Queiroz revelou em entrevista ao SBT que já faltou quatro vezes em depoimentos agendados pelo MP. Somente as duas últimas foram divulgadas na imprensa, sob a justificativa de que o ex-assessor parlamentar tem problemas de saúde. As duas primeiras faltas se deram por orientação da defesa, que alegou não ter recebido os documentos completos do Coaf.

Pelas informações divulgadas até agora, Queiroz é suspeito de operar uma “conta de passagem”, que recebia depósitos em dinheiro de outros 9 funcionários do gabinete de Flávio Bolsonaro, sempre em dias próximos ao pagamento na Assembleia. Na mesma data do depósito ou poucos dias depois, Queiroz sacava o dinheiro.

Ao SBT, ele se recusou a explicar por que recebia dinheiro de outros assessores parlamentares. Além disso, ele afirmou que comprava e revendia carros para somar em sua renda de R$24 mil (soma do salário de assessor e policial militar). Queiroz só foi exonerado do gabinete de Flávio no meio do segundo turno da eleição presidencial, poucos dias antes da operação Furna da Onça deflagrar uma operação na Assembleia.

Na entrevista, ele também confirmou a versão de que o dinheiro para Michelle Bolsonaro era pagamento de um empréstimo que totaliza R$40 mil. Jair Bolsonaro não declarou o empréstimo no imposto de renda.

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: