MP/RJ fez esquema para evitar que ex-motorista de Bolsonaro apareça na imprensa

Via Jornal GGN em 21/12/2018

É destaque na coluna do jornalista Lauro Jardim que o Ministério Público do Rio de Janeiro fez um esquema para impedir que Fabrício Queiroz seja gravado, fotografado ou mesmo questionado pela imprensa, na sexta [21/12]. Queiroz, que era motorista e segurança de Flávio Bolsonaro até outubro passado, é esperado no MP para depor sobre as movimentações suspeitas identificadas pelo Coaf em sua conta bancária, que só entre janeiro de 2016 e janeiro de 2017 somam R$1,2 milhão, sem que ele tenha patrimônio ou renda compatíveis com o volume de transações.

“Ninguém da imprensa terá acesso a Queiroz, de acordo com o script programado pelo MP fluminense. Se tudo ocorrer como as autoridades imaginam, nem mesmo imagens de Queiroz serão feitas”, afirma o jornalista.

Entre os beneficiários da conta de Queiroz está a primeira-dama Michelle Bolsonaro, que recebeu um repasse de R$24 mil. O presidente Jair Bolsonaro disse que o dinheiro é fruto do pagamento de um empréstimo que totaliza R$40 mil, que ele fez a Queiroz. O suposto empréstimo não foi declarado no imposto de renda, como manda a legislação.

Pelos indícios divulgados até agora, Queiroz é suspeito de operar uma “conta de passagem”, onde recolhia parte do salário de assessores de Flávio Bolsonaro. Ao menos 9 funcionários do senador eleito fizeram depósitos em dinheiro na conta. Nathalia Queiroz, ex-assessora de Jair Bolsonaro, depositou quase a totalidade de seus vencimentos em 2016. A mídia revelou que embora ela recebesse dinheiro do gabinete do presidente eleito, ela trabalhava em tempo integral como personal trainer.

Segundo Jardim, a sede do MP fluminense tem cinco entradas possíveis. “Queiroz e seus advogados entrarão por uma delas e, no MP, garante-se que ele não será filmado ou abordado por jornalistas.”

A coluna, contudo, ironizou o fato de que Queiroz está, na prática, fugindo da imprensa e ganhando tempo com as autoridades. “Se Queiroz não for novamente, ou seja, continuar desaparecido, é melhor começar a pensar em ativar a Delegacia Anti-Sequestro para achar o ex-motorista de Flavio Bolsonaro…”

O ex-motorista ainda não se manifestou sobre o caso. Ele tinha depoimento marcado no MP-RJ na quarta, mas alegou problemas de saúde “repentinos” e faltou.

Leia também:
Cadê o Queiroz?: Motorista de Flávio Bolsonaro não comparece ao depoimento no MP/RJ

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: