Até as flexões do Bozo são fakes

BOLSONARO, GUARDE AS FLEXÕES PARA DEPOIS QUE FABRÍCIO APARECER
Fernando Brito, via Tijolaço em 12/12/2018

O presidente eleito Jair Bolsonaro prestou-se hoje [12/12] ao ridículo papel de fingir que fazia “flexões de braço” com os jovens agentes da Polícia Federal.

É bom que ele guarde suas energias para os próximos dias.

Diz o Estadão que Fabrício Queiroz prestará depoimento na próxima semana para contar, quem sabe, a “história plausível” que prometeu Flávio Bolsonaro, ex-empregador do amigo de seu pai.

A esta altura – e muito mais até lá – a história implausível de uma família de deputados que tinha um “apanhador” de caixinha de servidores de seu gabinete.

R$1,2 milhão em um ano (e quanto mais ao longo dos anos anteriores) na conta de um “ex-assessor” (demitido, como também a filha, um dia antes da deflagração da operação que se desfechou contra deputados estaduais, cargo que Flávio Bolsonaro ainda ocupa) é coleta para ninguém botar defeito.

Não importa que se diga que não é incomum que deputados façam ‘coletas’ do gênero. Quem faz tem de se sujeitar ao risco que malandragens deste tipo trazem.

Mais ainda quando se propõem a ser “paladinos da moralidade”.

Embora esteja já suficientemente claro o que acontecia na conta bancária de Fabrício há outras questões que, a esta altura, deveriam estar sendo objeto de investigação: se o “pedágio” era cobrado apenas dos servidores que depositavam naquela conta ou havia outras? De quando são e quando foram sacados ou depositados dos “dez cheques de R$4 mil” que, segundo o presidente eleito, comporiam o pagamento da dívida de Fabrício com ele? Quando foi dado este empréstimo, de quanto era e como o valor chegou a R$40 mil? Foi dado em depósito, cheque ou em dinheiro vivo?

Enquanto nada disso é perguntado, vai-se dando tempo para a construção de algum arranjo.

E para cenas ridículas de um irresponsável que, por marketing, finge fazer flexões com policiais, colostomizado como está.

Talvez porque, depois desta história, o que vai acontecer com a bolsa de colostomia não faça muita diferença.

Uma resposta to “Até as flexões do Bozo são fakes”

  1. Aristóteles Barros da Silva Says:

    Nosso País transformado em circo. Os Trapalhões já temos!

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: