No Dia do Palhaço, Bolsonaro é diplomado no TSE

Na segunda-feira [10/12], Jair Bolsonaro foi diplomado no TSE de Brasília, junto de seu vice, o general Hamilton Mourão. A cerimônia contou com a presença de deputados e senadores. Lembrando: 10 de dezembro é também o Dia do Palhaço.

ROSA WEBER QUASE ROUBOU A FESTA DE BOLSONARO
Rosa diploma Bolsonaro com defesa contundente de minorias e direitos humanos
Helena Chagas em 10/12/2018

Roubar a festa de um presidente da República eleito na cerimônia de sua diplomação é missão impossível, mas a presidente do TSE, Rosa Weber, esteve mais perto disso do que qualquer de seus antecessores ao diplomar Jair Bolsonaro com um forte discurso em defesa da democracia, dos direitos humanos e do respeito às minorias. Bolsonaro fez um discurso moderado, meio protocolar, dentro do que se esperava dele, com destaque ao aceno à união nacional e à garantia das transformações feitas pelo voto popular, processo que disse ser “irreversível’.

Já Rosa Weber, que diferentemente do que ocorreu em outras diplomações, falou depois do presidente diplomado, foi firme e contundente. Aproveitando os 70 anos de aniversário da Declaração dos Direitos Humanos, alertou que a vontade das maiorias não pode suprimir os direitos dos grupos minoritários, que não podem ser ameaçados “por instâncias de poder mais influentes em determinados momentos históricos”.

A presidente do TSE não citou nomes nem fatos específicos, mas não deixou margem a dúvidas de que o principal destinatário de seu recado estava sentado a seu lado na mesa que presidiu a sessão de diplomação – Bolsonaro, chefe de um governo que não demonstra grande apreço pelo tema dos Direitos Humanos. Weber fez questão de deixar claro ainda que o Poder ao qual pertence está vigilante: “a garantia à estabilidade dos direitos essenciais é uma das funções mais relevantes e irrenunciáveis do Poder Judiciário”.

Bolsonaro, bastante emocionado com a ocasião, não pareceu se importar muito com as advertências. Viveu seu momento de glória máxima.

***

MINISTRO DO TSE FICA “DE COSTAS” EM DIPLOMAÇÃO DE BOLSONARO E ENLOUQUECE BOLSOMINIONS
Via DCM em 10/12/2018

O ministro do TSE Admar Gonzaga Neto causou barulho na cerimônia de entrega do diploma eleitoral a Jair Bolsonaro nesta segunda, dia 10.

Admar ficou de costas para a plateia quando foi anunciada a execução do Hino Nacional. Preferiu voltar-se para a bandeira do Brasil, hasteada no plenário do tribunal no canto onde estava.

Não ficou clara sua motivação.

Nas redes, Admar foi chamado de “revoltado”, entre outros mimos, por bolsominions. O perfil do TSE no Twitter esclareceu que era sinal de respeito à bandeira. Então tá.

A Lei 5.700, de 1971, que regula a forma e a apresentação de símbolos nacionais, afirma que durante a execução do hino “todos devem tomar atitude de respeito” de pé e em silêncio.

“Os civis do sexo masculino com a cabeça descoberta e os militares em continência, segundo os regulamentos das respectivas corporações”.

Bolsonaro_Diplomacao02_Admar.jpg

Bolsonaro_Diplomacao03_Admar.jpg

Bolsonaro_Diplomacao04_Admar.jpg

***

 

2 Respostas to “No Dia do Palhaço, Bolsonaro é diplomado no TSE”

  1. Magda ferreira santos Says:

    SÓ FICO EM DÚVIDA QUEM DEVE USAR O NARIZ VERMELHO::: ELE OU NÓS?

  2. heloizahelenapiasblog Says:

    achei westa muito forte, mas quem falou tem a responsabilidade total, eu fora, n moprro de amores pelo Boxo, mas assim, sei não ________________________________________

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: