Haddad: “Tem de pedir ao mercado para fazer autocrítica. Quando fazem bobagem, não tem quem entrevistar, eles somem”.

Via Viomundo em 17/9/2018

O candidato do PT ao Palácio do Planalto, Fernando Haddad, deu hoje [17/9] entrevista a repórteres da Folha, do UOL e do SBT.

Na sabatina, o ex-prefeito de São Paulo pode expor sua plataforma, diferentemente do que aconteceu na entrevista ao Jornal Nacional.

Os entrevistadores se comportaram como jornalistas e, quando tentaram interromper, Haddad seguiu adiante e não permitiu ser cortado (como se vê no clipe acima).

Nos três minutos do vídeo, Haddad fala sobre a reforma da Previdência.

A certa altura, ele trata do repetido pedido de entrevistadores para que ele faça uma autocrítica em nome do PT.

Os âncoras William Bonner e Renata Vasconcellos, por exemplo, pediram isso no JN.

“Tem que pedir ao mercado para fazer autocrítica. Quando ele faz as bobagens que faz, você não tem quem entrevistar, eles somem”, afirmou, referindo-se aos integrantes do mercado que muitas vezes falam com jornalistas exigindo anonimato, mas desaparecem do noticiário quando a “mão invisível” apronta alguma – por exemplo, na crise financeira de 2008.

Na entrevista (ver íntegra abaixo), Haddad disse qual a regulação da mídia que, se eleito, se compromete a fazer; elogiou Ciro Gomes e disse que pretende tê-lo a seu lado num futuro governo e não descartou o apoio do PSDB no 2º turno, contra Jair Bolsonaro.

Ele também afirmou que o ex-presidente Lula não quer ser indultado e que dará apoio ao prosseguimento da Operação Lava-Jato.

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: