Imprensa internacional exalta escolha de Haddad para Presidência

Veículos como Telesur, Wall Street Journal, BBC, Bloomberg e Reuters divulgaram a candidatura de Haddad ressaltando batalha jurídica de Lula.

Via Agência PT de Notícias em 12/9/2018

Jornais e sites de notícias de todo o mundo destacaram a escolha do ex-ministro da Educação e ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, para disputar a Presidência nas eleições de 2018, com Manuela D’Ávila vice. A decisão foi tomada em unidade pelo PT. Lula enviou uma carta que foi lida por Luiz Eduardo Greenhalgh, onde disse que “daqui para frente, Fernando Haddad e Manuela D’Ávila andarão pelo país levando a mensagem de Lula e do 13 como candidatos a presidente e vice, respectivamente”.

Após uma intensa batalha judicial para que se fizesse justiça, a candidatura de Lula à Presidência da República foi barrada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que estipulou a terça-feira [11/9] como data limite para a apresentação de outro nome pelo Partido dos Trabalhadores.

O site do canal de televisão Telesur destacou em seu site que “Fernando Haddad foi indicado pelo Partido dos Trabalhadores (PT) como substituto de Luiz Inácio Lula da Silva para a candidatura presidencial antes das eleições de 7 de outubro”. A matéria ainda relembra que “no Brasil, denunciam a perseguição judicial contra Lula, que o deixa fora da disputa eleitoral, apesar das considerações da Organização das Nações Unidas (ONU), que defende seu direito à participação política até o fim do processo judicial”.

Outro canal de TV, a Al Jazeera, também noticiou a escolha de Haddad para a Presidência, destacando que Lula conclama seus apoiadores a estar ao lado de Haddad. “Luiz Inácio “Lula” da Silva, o ex-presidente brasileiro imensamente popular, mas preso, retirou sua candidatura ao primeiro lugar do país antes das eleições gerais do próximo mês”, diz a matéria.

A agência de notícias AFP publicou que “na terça-feira, o ex-prefeito de São Paulo, de 55 anos, foi encarregado da mais delicada das missões: representar Lula nas eleições presidenciais de outubro no Brasil”.

O Wall Street Journal também publicou matéria onde destaca que “Haddad disse que governaria da mesma maneira que Lula, que fundou o Partido dos Trabalhadores, governou o Brasil até 2010 e deixou o cargo com as mais altas classificações de popularidade de qualquer presidente na história do país”.

A BBC da Inglaterra divulgou que a partir de agora Fernando Haddad é o candidato do PT. “A decisão vem depois de uma longa batalha judicial que culminou em 31 de agosto, quando o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) determinou que ele era “inelegível” para concorrer à Presidência”, relembra o texto, destacando que “Lula deixou o cargo com aprovação recorde e, apesar de ter sido preso, quase 40% das pessoas entrevistadas pela empresa de pesquisas Datafolha disseram que votariam nele”.

“Em uma eleição cheia de choques e surpresas, Lula tem sido uma constante imbatível até hoje: o que quer que tenha acontecido, ele sempre liderou as pesquisas com uma vantagem confortável sobre seus rivais”, destacou o jornal espanhol El País na matéria que divulga o anúncio de Haddad como cabeça de chapa.

O site Bloomberg publicou que “o ex-presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, endossou nesta terça-feira seu companheiro de chapa Fernando Haddad como candidato presidencial de seu partido, depois que autoridades eleitorais barraram o ícone esquerdista na eleição de outubro”. A matéria ainda destaca a carta de Lula denunciando que o judiciário impediu o povo de escolher seu presidente.

A agência Reuters publicou que Haddad é o candidato do PT e que “Lula, o primeiro presidente da classe trabalhadora do Brasil e de longe seu político mais popular, apesar de enfrentar vários julgamentos de corrupção, esperava que a Suprema Corte concordasse em apelar por mais tempo depois que o principal tribunal eleitoral deu ao partido até terça-feira para decidir sobre seu candidato”.

Leia também
Campanha começa agora, com Haddad e Manuela, pela honra de Lula
Bernardo Mello Franco: Haddad é o candidato que tem maior potencial de crescimento no 1º turno
Favorito, Haddad não pretende bater em ninguém durante campanha
Carta de Lula: “Quero pedir, de coração, a todos que votariam em mim, que votem em Haddad”.
Por que a chapa Haddad e Manuela irá vencer?
Agora, Haddad será Lula para milhões de brasileiros
Datafolha: A consagração da tática do PT e o desespero da direita
Lula: Minha voz é Haddad

***

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: