Filha de Serra usa passaporte italiano para abrir contas em paraísos fiscais

Via Brasil 247 em 18/8/2018

Verônica Serra, filha do senador José Serra (PSDB/SP), primeiro chanceler do governo golpista e autor do projeto de entrega do pré-sal, usou um passaporte italiano para abrir as contas em paraísos fiscais, como a da Suíça, em que foi usada para receber cerca de 400 mil euros da Alstom, o equivalente hoje a R$1,78 milhão.

Reportagem de Fabio Serapião, Luiz Vassallo e Fausto Macedo, no Estado de S.Paulo, noticia que “autoridades do país europeu enviaram papéis que mostram pelo menos dois pagamentos da Circle Technical, de Amaro Ramos, a Verônica Serra, no montante de 400 mil euros, entre dezembro de 2006 e fevereiro de 2007”. A imagem do passaporte foi publicada na matéria.

Em acordo de delação premiada, o ex-presidente da Odebrecht Pedro Novis declarou ter repassado R$4,5 milhões ao senador, entre 2006 e 2007, por meio de “uma conta bancária no exterior fornecida por José Amaro Ramos”.

O senador se manifestou por meio de sua assessoria e rejeitou “a possibilidade de haver qualquer ilegalidade envolvendo o nome de sua filha”. Serra reafirmou ainda que “jamais recebeu nenhum tipo de vantagem indevida ao longo de sua extensa carreira política construída sempre em prol do Brasil e dos brasileiros”.

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: