Morre pela boca: Ciro Gomes não quer que Haddad participe dos debates

O candidato à Presidência da República, Ciro Gomes, do PDT, discursa durante o evento, Diálogos Eleitor, realizado pela União Nacional de Entidades do Comércio e Serviços (Unecs).

“O problema não é o Fernando Haddad, é o PT. E o PT é muito fortemente responsável pelo momento que estamos aí vivendo. Não foi o PT quem escolheu o Michel Temer? O PT escolheu o Michel Temer, não é? Ou fui eu que escolhi?”, afirmou Ciro Gomes.

Luciana Amaral, via UOL em 14/8/2018

O candidato à Presidência da República pelo PDT, Ciro Gomes, defendeu na terça-feira [14/8] que Fernando Haddad (PT) não deve participar dos debates promovidos por veículos de comunicação e demais entidades com os pretendentes ao Palácio do Planalto.

Haddad foi anunciado como vice na chapa do PT à Presidência encabeçada por Luiz Inácio Lula da Silva, preso pela Lava-Jato em Curitiba e inelegível pelos critérios da lei da Ficha Limpa. O PT defende a manutenção da indicação do nome de Lula e deve registrar as candidaturas até a quarta [15/8] – prazo limite definido pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) a todos os candidatos.

Em caso de rejeição do nome de Lula pela Justiça Eleitoral, um dos planos do PT é tornar Haddad candidato à Presidência, com Manuela D’Ávila (PCdoB) na vice. Na segunda-feira [13/8], Haddad pediu o apoio dos adversários, em especial de Ciro, para que possa participar dos debates e sabatinas.

“O PT é o meu adversário. Acho que não [tem de participar dos debates]. Repare em uma coisa: quem é o candidato à Presidência da República do PT? É o Lula. Por que que o Haddad vai para os debates? Compreende o que estou dizendo? Isso depende de mim? Então, o Bolsonaro pode ir tomando o general, né?”, afirmou Ciro Gomes.

O pedetista participou de debate promovido pela União Nacional de Entidades do Comércio e Serviços, em Brasília. Haddad também foi convidado a apresentar suas ideias e plano de governo no evento pela organização.

Ciro Gomes ainda aproveitou a oportunidade para criticar o PT e responsabilizar o partido por grande parte dos problemas do Brasil ao ter escolhido o presidente Michel Temer como vice de Dilma Rousseff nas eleições de 2010.

“Somos bastante amigos [de Haddad]. O problema não é ele. Sou muito amigo do Geraldo Alckmin também. O problema é o PT. E o PT é muito fortemente responsável pelo momento que estamos aí vivendo. Não foi o PT quem escolheu o Michel Temer? O PT escolheu o Michel Temer, não é? Ou fui eu que escolhi?”, declarou.

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: