Haddad: “Qual é o problema do país hoje? Esse projeto do Temer e do PSDB”.

Via Brasil 247 em 9/8/2018

Ao conceder entrevista à Rádio Jornal, de Pernambuco, na quarta-feira [8/9] o ex-prefeito Fernando Haddad, que coordena o programa de Lula e é seu vice provisório, deixou claro que o eixo da campanha petista será a oposição ferrenha à aliança PSDB/MDB, que governa o Brasil desde o golpe de 2016. “Qual é o problema do país hoje? Esse projeto do Temer e do PSDB. Porque quem dá sustentação para o Temer é o PSDB: todas as reformas – reforma trabalhista, do Ensino Médio, cortes nos programas sociais – são obra do Temer com o apoio do PSDB”, disse ele.

Haddad afirmou ter certeza de que o presidente Lula estará no 2º turno, se não ganhar as eleições no primeiro e fez também questão de enfatizar que o discurso da responsabilidade fiscal pertence ao PT – e não a seus adversários. “Nós mantivemos superávit primário, ajustamos conta pública. Tivemos responsabilidade com futuro ao País. Mas isso não significa afrontar direitos adquridos. Precisamos fazer reformas sem sacrificar os mais pobres”, afirmou.

***

HADDAD: EU E O PT TEMOS COMPROMISSO MORAL COM A CANDIDATURA LULA
Via Brasil 247 em 12/8/2018

O ex-prefeito Fernando Haddad concedeu entrevista aos jornalistas Sérgio Roxo e Flávia Freire, em que explicou por que ele e o PT irão lutar até o fim pela candidatura presidencial do ex-presidente Lula. “Temos um compromisso moral com o Lula. Segundo, todas as pesquisas que fazemos revelam o sinal claro de que o eleitor não quer abrir mão do Lula. Se a Justiça vai tomar uma decisão casuística, a decisão é dela, não pode ser nossa. Manter a candidatura dele não é um capricho, é um posicionamento político”, diz ele, que hoje é vice de Lula, mas pode vir a ser candidato a presidente, caso, numa nova etapa do golpe, o Poder Judiciário casse ilegalmente os direitos políticos de Lula, que hoje tem 58% dos votos válidos, segundo pesquisa Vox Populi

“Estamos vivendo uma situação incomum. Temos um candidato que lidera as pesquisas, mas está preso sem provas”, disse ainda Haddad. A esdrúxula situação brasileira, em que o político mais popular da história e líder em todas as pesquisas, já foi denunciada pelos maiores juristas do mundo, por líderes internacionais como Michelle Bachelet, François Hollande, Jose Luiz Zapatero, Bernie Sanders e Ken Livingstone, e também despertou até sinais de solidariedade do Papa Francisco. No mundo civilizado, sabe-se que Lula está preso com um único propósito: não disputar as eleições, que ele venceria com facilidade, para que prossiga o processo de desmonte da soberania nacional, com a entrega de recursos como o pré-sal e a retirada de direitos trabalhistas.

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: