Haddad é o grande nome do PT por causa da Educação

Pedro Zambarda em 6/8/2018

O PT enfim encerrou uma incógnita de muitos meses e colocou Fernando Haddad como candidato a vice-presidente de Lula. Como a Lava-Jato age para inviabilizar o ex-presidente, muito provavelmente o ex-prefeito poderá ser o candidato da legenda ao lado de Manuela D’Ávila. São dois nomes jovens e de esquerda na disputa que envolve o comando de um país complexo como é o Brasil.

Muitos lembram de Haddad por causa da ciclovia e da prefeitura de São Paulo. Mas sua biografia envolve um cargo muito mais importante.

Analista do Unibanco entre 2001 e 2003, Fernando Haddad foi Subsecretário de Finanças e Desenvolvimento Econômico da Prefeitura de São Paulo da administração de Marta Suplicy, a que considero a melhor nos últimos 20 anos da cidade. Foi também integrante do Ministério do Planejamento do Governo Lula durante a gestão de Guido Mantega, de 2003 a 2004.

No ano seguinte, Fernando Haddad foi promovido ao cargo de Secretário-Executivo do Ministério da Educação na gestão de Tarso Genro e lá desenvolveu o Programa Universidade para Todos (ProUni). Seu projeto foi transformado em lei federal. Por isso, o programa de concessão de bolsas de estudo em universidades privadas para estudantes de baixa renda passou a valer nacionalmente.

Haddad assumiu o cargo de Ministro da Educação do Governo Lula em 2005 e fez a pasta atuar da creche à pós-graduação. Democratizou, via SiSU e Enem, o acesso de muitos estudantes ao ensino superior.

Foi na Educação que Fernando Haddad se fez.

Isso permitiu que ele derrotasse José Serra na corrida pela Prefeitura de São Paulo em 2012 sendo um nome muito menos conhecido do que ele e com o processo do Mensalão rolando. Isso permitiu também que Haddad trouxesse sua visão de uma São Paulo com menos carros e mais democrática para o centro – embora tenha deixado a desejar na periferia, ao menos na percepção eleitoral.

Sendo a principal cabeça por trás do programa de governo do ex-presidente Lula, é muito bom saber que seu nome pode ser um dos principais nessas próximas eleições.

Haddad é a prova que, mesmo com os problemas absurdos nos estados e no ensino básico, a Educação avançou nos anos lulistas.

E pode continuar prosseguindo com ele.

Pedro Zambarda é jornalista, colaborador do Diário do Centro do Mundo, editor do Digiclub, página de tecnologia no Brasil 247, e colunista de política do Storia.

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: