Com medo de enfrentar Dilma, Aécio decide se candidatar a deputado federal

Eleitores deixaram o golpista na mão.

AÉCIO ANALISA CENÁRIO E DECIDE SE CANDIDATAR PELA CÂMARA FEDERAL
Via Jornal GGN em 3/8/2018

Aécio Neves desistiu do Senado e vai à luta por uma vaga de deputado federal. Com isso, Aécio volta aos tempos de Fernando Henrique Cardoso presidente, quando ocupou cadeira na Câmara. A decisão de Aécio foi anunciada na quinta-feira [2/8] e foi feito por meio de nota em que afirma que tal decisão “não foi fácil”.

Diz a nota do senador que coloca seu nome como pré-candidato à Câmara, Casa que já presidiu e onde ajudou “a implementar algumas das principais reformas feitas no Brasil contemporâneo”, segundo ele.

Aécio diz, na missiva, que analisou as possibilidades de concorrer e “como poderia contribuir para melhorar a situação de Minas”. Citou Anastasia, candidato ao governo de Minas pelo PSDB, dizendo ter lhe comunicado não ter intenção de concorrer ao Senado, mesmo que a pesquisa o colocasse “entre os mais votos”, mas perdendo para a ex-presidente Dilma Rousseff.

Num rasgo de humildade, disse que tal decisão, de se candidatar à Câmara, vem “com a responsabilidade daqueles que sempre colocaram os interesses de Minas acima de qualquer projeto pessoal”. E apela para a memória dos que sempre o conheceram, de que foi assim que sempre agiu e “assim continuarei agindo”.

O senador está em fase ruim. Em setembro do ano passado foi flagrado pedindo R$2 milhões a Joesley Batista, réu da Lava-Jato, para, segundo ele, pagar advogados. E sua presença não tem sido muito requisitada para os palanques majoritários do PSDB.

No ano passado, Aécio afirmou que estava fora de cogitação concorrer a uma vaga na Câmara, e rechaçou a possibilidade. No sábado [28/7], não compareceu na convenção do PSDB em Minas, que definiu Anastasia como candidato ao governo do estado. Na ocasião, justificou sua ausência com trabalho de se reunir às lideranças do estado para avaliar “a melhor forma de contribuir para o resgate de Minas Gerais nesse momento de extrema gravidade e grandes incertezas”.

E, por fim, num enredo já conhecido, Aécio diz que agora, como pré-candidato, voltou a ser vítima de falsas versões envolvendo seu nome e que a candidatura ajudará na luta “para que a verdade prevaleça”. Além do inquérito dos R$2 milhões pedidos a Joesley, Aécio é alvo de vários processos na Justiça, decorrentes da Lava-Jato. Na Lava-Jato, correm cinco processos baseados em delações da Odebrecht.

Leia a íntegra da carta de Aécio Neves.

Caras amigas e caros amigos,

Nos últimos 30 anos, seja no Congresso Nacional ou à frente do governo do nosso Estado, dediquei minha vida a defender os interesses de Minas e dos mineiros.

Por isso, nos últimos meses, refleti muito sobre qual a melhor forma de contribuir para que Minas supere a dramática situação que enfrenta hoje e reencontre o caminho do desenvolvimento econômico e social vivenciado nos anos em que governamos o Estado.

Com o objetivo de ampliar o campo de apoio à candidatura que melhor atende ao projeto de reconstrução de Minas, a do senador Antônio Anastasia, informei a ele, hoje, minha decisão pessoal de não disputar, este ano, a eleição para o Senado, colocando meu nome como pré-candidato à Câmara dos Deputados, Casa que já presidi e onde, como líder partidário, à época do governo Fernando Henrique, ajudei a implementar algumas das principais reformas feitas no Brasil contemporâneo.

A gravidade da situação do nosso Estado exigirá uma bancada forte e unida na defesa dos interesses de Minas no Congresso e junto ao Governo Federal.

Estou certo de que poderei contribuir para isso.

Não foi, como podem imaginar, uma decisão fácil.

Por um lado, porque todas as pesquisas realizadas até aqui apontam meu nome entre os mais bem avaliados na disputa para o Senado.

Por outro, porque estão vivas na minha memória as inúmeras manifestações de estímulo que tenho recebido de lideranças dos mais variados setores e de todas as regiões de Minas.

Mas tomo essa decisão com a responsabilidade daqueles que sempre colocaram os interesses de Minas acima de qualquer projeto pessoal. Os que me conhecem sabem que foi assim que sempre agi e assim continuarei agindo.

Meus amigos,

Todos conhecem os ataques violentos e covardes de que tenho sido alvo. Diariamente as falsas versões engolem os fatos. Mas apesar de todas as injustiças, estou seguro de que, ao final, a verdade prevalecerá e com ela restará provada a correção de todos os meus atos.

Até lá, estarei lutando para que a verdade prevaleça.

Farei isso, em respeito à minha trajetória política, à minha família e a todos que me levaram a conduzir o que muitos consideram o mais exitoso governo da nossa história recente.

E farei isso, especialmente, em respeito a todos aqueles que sempre me honraram com a sua confiança.

Continuarei minha caminhada com o mesmo entusiasmo e determinação, e movido pelo mesmo sentimento que, há tantos anos, me trouxe para a vida pública: o amor a Minas e aos mineiros.

Aécio Neves

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: