PT paulista define as candidaturas de Luiz Marinho, Suplicy e Tatto

Jilmar Tatto, Luiz Marinho e Suplicy durante a convenção estadual do PT. Candidatos serão apoiados pelo PCdoB.

No próximo sábado [4/8], quatro presidenciáveis deverão ser confirmados para disputar as eleições, entre eles o ex-presidente Lula – que enviou carta de apoio aos candidatos paulistas.

Via RBA em 30/7/2018

O PT selou na manhã de sábado [28/7] a candidatura de Luiz Marinho para o governo paulista. Em convenção realizada no Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo, também foram homologadas as candidaturas de Eduardo Suplicy e Jilmar Tatto, ambas ao Senado.

O candidato a vice não foi anunciado.O PT também terá 114 candidatos a deputado estadual e 82 a federal. No domingo [29/7], o PCdoB oficializou o apoio aos três nomes petistas.

Marinho prometeu dobrar o salário dos professores durante os quatro anos de governo. “Vamos governar esse estado juntos. O centro das minhas ações será a juventude, os negros, os trabalhadores e trabalhadoras. Sou um operário de chão de fábrica que sabe o que é acordar cedo para uma greve, sabe o que é o chão de fábrica”, disse o ex-prefeito de São Bernardo e ex-ministro.

Convenções nacionais
O final de semana também foi de convenções nacionais dos partidos declarando apoio ou candidato próprio. O PV anunciou, no domingo, que não lançará um nome para concorrer à Presidência e deve indicar um vice para compor chapa com a pré-candidata Marina Silva, da Rede.

A convenção nacional da Rede está marcada para 4 de agosto, quando será oficializado o lançamento de Marina para a disputa presidencial.

No sábado, o DC homologou durante convenção na capital paulista a candidatura de José Maria Eymael à Presidência da República. O pastor da Assembleia de Deus Helvio Costa será seu candidato a vice.

Ainda no final de semana, convenções nacionais de outros três partidos anunciaram apoio ao pré-candidato tucano a presidente: PTB, PSD e SD. Aldo Rebelo, do SD e membro do PCdoB por 40 anos, é um dos cotados a vice do ex-governador paulista Geraldo Alckmin.

Durante esta semana, outros partidos realizarão suas conferências. Na quarta-feira (1º), o PCdoB lançará em Brasília a candidatura de Manuela D’Ávila. Já na quinta (2), será a vez do PP, MDB e DEM fazerem seus anúncios.

No sábado (4), quatro outros candidatos serão confirmados. O PT lançará o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, enquanto o PSDB confirmará Alckmin. Marina Silva, pela Rede, e Álvaro Dias, pelo Podemos, também devem ser confirmados.

Ainda no sábado, o PN, o PPS e o PHS anunciarão seus candidatos. No domingo (5), o PSB deve confirmar o apoio ao pedetista Ciro Gomes.

Carta de Lula
Em carta enviada para ser lida na convenção estadual do PT em São Paulo, no sábado [28/7], o ex-presidente Lula fez questão de ressaltar o companheirismo dos três candidatos petistas.

Lula relembrou da solidariedade que recebeu – deles e do povo brasileiro – durante os dois dias que ficou na sede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo, antes de ir para a sede da Polícia Federal em Curitiba.

Leia a carta na íntegra:

NÃO CONSEGUIRÃO NOS DERROTAR
Todo nós sabemos da extraordinária importância de São Paulo para o Brasil. Importância que não é apenas econômica, mas também política. A erva daninha do golpe que destruiu direitos, congelou investimentos na saúde e na educação e trouxe de volta o desemprego e a miséria tem fortes ramificações neste estado. Mas é também em São Paulo que estão profundamente fincadas as raízes do PT e da luta contra o arbítrio, ontem e hoje.

Ficarão para sempre guardadas em nossos corações as lembranças daquelas 48 horas de resistência diante do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, quando dissemos Não à tentativa de intimidação e humilhação imposta ao povo brasileiro por um juiz parcial, sob os holofotes de uma emissora de televisão, a mando de interesses antinacionalistas e antipopulares. Foi o golpe dentro do golpe, o pretexto para me tirar de uma eleição da qual continuo favorito absoluto, pela vontade do povo brasileiro.

Estou há mais de 100 dias preso sem uma única prova de qualquer crime cometido. Afastado de minha família, isolado de meus amigos, impedido de conversar com o povo.

Eu queria neste momento olhar nos olhos de cada um de vocês, queria poder abraçar esses três guerreiros do povo paulista e brasileiro. Mas saibam, Luiz Marinho, Eduardo Suplicy e Jilmar Tato, saibam todos vocês, companheiros e companheiras, que estamos juntos em todos os lugares, em cada canto deste país onde brilha a chama da esperança.

Aqueles que ajudaram a chocar o ovo do pato amarelo, os que traíram o voto de 54 milhões de brasileiros, os que privatizam nossas empresas e entregam nossas riquezas a preço de banana, os que maltratam professores e trabalhadores em geral, os que há mais de duas décadas tratam São Paulo como o quintal de suas mansões, hoje se acham dignos de representar o povo. Não são dignos, não nos representam e não conseguirão nos derrotar.

Venceremos, com Luiz Marinho, Eduardo Suplicy e Jilmar Tato, e a força do povo de São Paulo e do Brasil.

Forte abraço,

Luiz Inácio Lula da Silva.

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: