Dória usou prefeitura para divulgar parceria nunca firmada com amigo

Em 2017, nos jogos da seleção, Dória “ganhou” da Ultrafarma anúncios de sua “Cidade Linda” nos estádios.

Projeto previa o plantio de 600 mil árvores na capital durante a gestão Dória, mas a empresa desistiu. Cerca de 150 mil das mudas deveriam ter sido plantadas em 2017.

Via Revista Fórum, em 28/7/2018

O ex-prefeito de São Paulo João Dória (PSDB) usou a estrutura da Prefeitura para divulgar a marca de um empresário amigo em uma parceria nunca firmada. Em conjunto com a Ultrafarma, o projeto previa o plantio de 600 mil árvores na cidade – 150 mil só em 2017. O acordo nunca foi assinado, mas Dória usou meios de comunicação e plantas de um viveiro da prefeitura em eventos que divulgavam o nome da marca. Sidney Oliveira, dono da empresa, é o amigo de Dória e comprou publicidade em jogos da seleção brasileira para divulgar o programa de zeladoria da gestão tucana – o Cidade Linda.

Em 6 de maio de 2017, Dória e o então secretário do Verde, Gilberto Natalini (PV), lançaram o programa Cidade Verde. Com ajuda de voluntários e ao lado de Sidney, plantaram 150 mudas no parque do Carmo, em Itaquera, na zona leste. O evento rendeu ampla divulgação da Ultrafarma, tanto por veículos de comunicação quanto em propaganda veiculada pela própria empresa. O nome da Ultrafarma também foi divulgado em veículos oficiais da prefeitura, que deslocou jornalistas para cobrir o evento de divulgação da parceria.

Em vídeo publicado em outubro de 2017 em rede social do dono da Ultrafarma, Dória afirmou que Sidney havia doado 1 milhão de árvores. “Tanta árvore que estamos doando até para cidades vizinhas”, disse, ao lado do dono da Ultrafarma, no prédio da prefeitura. O termo de cooperação com a empresa, porém, não havia sido assinado.

Segundo Natalini, a Ultrafarma deve ter se sentido insegura após sua demissão da secretaria, em agosto, e por isso não levou o projeto adiante. O hoje vereador diz que Dória errou ao anunciar a ação antes de ela começar de fato, mas defende a Ultrafarma. “É um anúncio antes da hora, precipitado. Não foi o primeiro do governo dele [Dória], certo?”

A Ultrafarma afirmou que está à disposição para a devolução das mudas. A empresa afirmou que o fornecimento das mudas é uma das etapas, que o plantio segue cronograma da prefeitura “e nem sempre as condições são as ideais para a concluir todas as etapas”. Já a Secretaria do Verde e Meio Ambiente, agora na gestão de Bruno Covas (PSDB), afirmou que a parceria com a Ultrafarma “não foi implementada por decisão da empresa, que desistiu do projeto”.

Entretanto, o nome Cidade Verde ainda é usado pela Ultrafarma para realizar ações de marketing em outras cidades da Grande São Paulo. No Facebook, há um perfil com o nome “Sidney Oliveira Cidade Verde”, que cita a parceria com a prefeitura e anuncia doações de mudas. Dória deixou a prefeitura em abril de 2018, após 15 meses no cargo, para disputar o governo estadual.

Leia também:
Ultrafarma não justifica pagamento de publicidade de Dória em jogo da seleção
As doações premiadas da gestão Dória

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: