Lava-Jato e crise derrubam 75% das receitas das construtoras brasileiras

Via Jornal GGN em 16/7/2018

As seis maiores construtoras brasileiras viram suas receitas serem reduzidas a um quarto nos últimos três anos, em decorrência da Lava-Jato e, de acordo com o Estadão de segunda-feira [16/7], da crise econômica.

Em 2015, Odebrecht, Andrade Gutierrez, Camargo Corrêa, Queiroz Galvão, Mendes Junior e Constran (da UTC) faturaram, juntas, R$77 bilhões. Agora, o volume registrado é de R$22 bilhões.

Nestes 3 anos, foram fechados 500 mil postos de trabalho na área de construção civil, sendo 200 mil apenas nestas 6 empreiteiras, que foram obrigadas a “enxugar suas estruturas”. Os dados são da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (Cbic).

A Lava-Jato impôs às empreiteiras punições como multas exorbitantes e a inabilitação para firmar contratos com o poder público durante um período de tempo. A Odebrecht tem negociado a retomada de algumas obras agora, por exemplo. Outro reflexo foi a extinção de crédito junto aos bancos, incluindo o BNDES, por conta do problema em caixa para pagar as dívidas já existentes.

Para contornar a situação, “algumas criaram novas empresas para se desvincular da Lava-Jato e começar vida nova; outras apostam em descontos elevados para vencer licitações e renovar a carteira de obras; e há ainda quem aposte no mercado internacional para dar a volta por cima. Mas, por ora, os resultados ainda estão apenas no papel. As poucas obras conquistadas recentemente ainda são insuficientes para dar fôlego a essas empresas”, advertiu o Estadão.

Leia a matéria completa aqui.

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: