Agora vai: Dória articula para Flávio Rocha ser o vice de Alckmin

Rocha, Alckmin e Dória.

José Cássio, via DCM em 14/7/2018

Engana-se quem pensa que Flávio Rocha deixou a disputa presidencial por deficiência técnica. Ao contrário. O dono da Riachuelo foi empurrado escada acima.

O filiado do PRB agora integra a trinca de ases reservada pelo campo político do PSDB para compor, na condição de vice, a chapa de Geraldo Alckmin à Presidência.

Com ele estão Mendonça Filho, deputado federal pelo Democratas de Pernambuco e ex-ministro da Educação de Temer, e Aldo Rebelo corre por fora pelo PSD.

O dono da Riachuelo tem um padrinho fortíssimo: João Dória.

O ex-prefeito de São Paulo acordou com Bruno Covas, coordenador nomeado por Alckmin nesta semana, que vai mesmo disputar o governo e trabalhar pela campanha de Alckmin no Estado.

Dória foi convencido a partir de dois argumentos: política tem fila e o PSDB paulista precisa pagar essa dívida com Alckmin – do ponto de vista eleitoral, alegam seus correligionários, há 20 anos ele carrega o partido nas costas.

Para garantir o amigo na vice de Alckmin, Dória alega que Flávio Rocha traz com ele setores expressivos do empresariado e ainda faz frente a Jair Bolsonaro junto aos eleitores de direita mais conservadores.

Mendonça Filho tem seus simpatizantes por representar o Nordeste e Aldo carrega a força política da dupla Guilherme Afif e Gilberto Kassab.

Com a paz selada entre Dória e Alckmin, Bruno Covas inicia a semana preparando agendas conjuntas para os dois pré-candidatos, com o cuidado de não melindrar o governador Márcio França, que concorre à reeleição.

A sintonia tucana no seu estado de origem está sendo gestada para garantir um período de paz nesta fase decisiva de acordos que antecedem as convenções partidárias agendadas para o fim do mês e início de agosto.

O PSDB quer dar a Alckmin em São Paulo a mesma votação que Aécio Neves teve contra Dilma Rousseff em 2014: 15 milhões de votos.

Quanto ao governo do Estado, a expectativa do partido é de que João Dória, que terá Rodrigo Garcia (DEM) como vice, vença no 1º turno.

***

DESISTÊNCIA DE ROCHA MARCA MOVIMENTO DA CENTRO-DIREITA RUMO A ALCKMIN
Helena Chagas, via em Os Divergentes em 13/7/2018

Alguns setores da centro-direita começam a se render à constatação inevitável de que não têm alternativa melhor do que Geraldo Alckmin e se movimentam para tentar fortalecer sua candidatura. É nesse contexto que podem ser entendidos o anúncio do PSD de formalizar coligação com o tucano e a desistência, hoje, do candidato do PRB, Flávio Rocha.

Acima de tudo, essas forças aceitaram participar de uma articulação do próprio candidato para mostrar, neste momento decisivo, que é viável. Seu objetivo é, a partir desses apoios ainda incertos e rarefeitos, mostrar aos partidos do chamado Centrão que o tucano está agregando forças e tempo na TV, tornando-se mais competitivo. Alckmin espera, a partir disso, atrair o DEM, o PP e o Solidariedade, que hoje oscilam entre ele e Ciro Gomes.

Ou seja, só os bônus, sem os ônus: Alckmin se beneficia do apoio dos aliados do Planalto sem o risco de ter que carregar Temer em seu palanque. Nessa linha, Geraldo Alckmin pode agradecer ao Planalto a pressão em torno dos pepistas, que praticamente estavam nos braços de Ciro e agora pensam duas vezes depois de ameaçados de perder seus ministérios e cargos no governo. O mais engenhoso dessa operação é que Michel Temer e os planaltinos estão ajudando o candidato do PSDB e, ao mesmo tempo, mantendo o seu – Henrique Meirelles.

Se a manobra para criar um clima favorável ao ex-governador de São Paulo vai convencer de verdade os outros a se chegaram, ninguém sabe. Mas a maré melhorou um pouco para o tucano.

Leia também: Com Lula fortalecido, sucessão já tem dez ex-candidatos à Presidência

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: