Dez livros para entender a luta operária

O Brasil de Fato selecionou obras teóricas e literárias que tratam da questão operária e do mundo do trabalho. Veja a lista abaixo.

A DIALÉTICA DO TRABALHO: ESCRITOS DE MARX E ENGELS
Autor: Ricardo Antunes (org.)
Conjunto de textos dos fundadores do marxismo sob um tema comum: o trabalho. Fonte possível de libertação ou de opressão, a seleção indica como tarefa política o (re)direcionamento do trabalho como elemento da construção de uma nova sociedade.

O AVESSO DO TRABALHO 4 – TERCEIRIZAÇÃO: PRECARIZAÇÃO E O ADOECIMENTO NO MUNDO DO TRABALHO
Autoras: Vera Lucia Navarro e Edvânia Ângela de Souza Lourenço (orgs.)
Focados na questão da terceirização, os artigos desta obra apontam os efeitos da flexibilização das relações trabalhistas sobre a vida de trabalhadoras e trabalhadores.

A ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO NO SÉCULO 20
Autor: Geraldo Augusto Pinto
O livro descreve como o modo de produção capitalista se desenvolveu historicamente ao longo do século passado em três modelos industriais: taylorismo, fordismo e toyotismo.

VOZES DA FICÇÃO – NARRATIVAS DO MUNDO DO TRABALHO
Autores: Claudia de A. Campos, Enid Y. Frederico, Walnice N. Galvão, Zenir C. Reis (orgs.)
Coletânea de textos de autores clássicos da literatura – como Machado de Assis, Lima Barreto e Euclides da Cunha – cobre o a situação do ser humano imerso no mundo do trabalho.

O RESGATE DA DIGNIDADE
Autora: Laís Wendel Abramo
Descreve o papel do movimento grevista como elemento constitutivo da identidade dos trabalhadores e na construção de melhores condições de vida.

IMPRENSA DE ESQUERDA E MOVIMENTO OPERÁRIO
Autor: Celso Frederico
O livro utiliza o papel da comunicação alternativa na luta sindical como fio condutor da história que vai da resistência à Ditadura Militar a partir da década de 60 até a constituição das centrais sindicais nos anos 80.

TRABALHADORES E DITADURA
Autores: Marcelo Badaró Mattos e Ruben Veja
Seleção de artigos de três países: Brasil, Portugal e Espanha, que descrevem o papel da classe trabalhadora nos processos de resistência a ditaduras e de transição à democracia.

TRABALHO DURO: DISCURSO FLEXÍVEL
Autora: Márcia Hespanhol Bernardo
A obra defende que, ao contrário do que postulam os discursos relacionados à flexibilização produtiva inaugurados no final do século 20, a condição de exploração permanece intocada.

AS ORIGENS E A COMEMORAÇÃO DO DIA INTERNACIONAL DAS MULHERES
Autora: Ana Isabel Álvarez González
A autora aponta a relação entre o movimento feminista e as organizações operárias, com convergências e tensões, combatendo também a versão mais difundida sobre a origem do 8 de Março.

GREVES NO BRASIL: DE 1968 AOS DIAS ATUAIS
Autor: Carlindo R. de Oliveira (org.)
Série de depoimentos de lideranças sindicais sobre a experiência grevista.

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: