Florestan Fernandes Jr.: Da vassoura ao três-oitão

Florestan Fernandes Jr. em 30/6/2018

“Eloá! Eloá!” Os gritos vinham de um pequeno quarto transformado em escritório em uma casa de classe média em Pinheiros. Sentado em uma poltrona e vestindo um robe de chambre sobre o pijama, o velho político pedia a ajuda da mulher para retirar a cachorra vira-lata da sala. Excitada com a chegada da equipe de televisão, Quarta-Feira não parava de latir.

Como dona Eloá não respondia ao pedido de socorro, o ex-presidente passou uma descompostura no animal: “Quarta-Feira, ou você para de latir, ou vou rebaixá-la para Terça-Feira”.

A tirada bizarra levou toda a equipe de reportagem ao riso. Muitas outras frases engraçadas viriam durante a entrevista.

Este era Jânio Quadros, um político populista que punha pó de giz nas costas para fingir que era caspa. O humorista feito presidente, em apenas sete meses de mandato, condecorou Che Guevara, proibiu o biquíni e, no dia 30 de junho de 1961, foi capa da revista Time.

Depois de 58 anos do fiasco do homem da vassoura, vem aí o homem do três-oitão que promete varrer a bandidagem a bala.

A diferença entre os dois é que Jânio era professor de português e usava seus conhecimentos gramaticais para produzir tiradas inteligentes e bem-humoradas. Já o segundo foi capitão da PM e domina mal o idioma. Suas tiradas são grotescas e suas ideias limitadas.

Estranho este nosso país, quanto mais a gente anda, mais a gente volta pra trás.

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: