Mídia impressa é importante: Falta de jornal velho afeta produção de abacaxis e trabalho de funerárias

Via UOL em 28/6/2018

O produtor e engenheiro agrônomo Ricardo Domingues, 62, de Santa Isabel do Ivaí (PR), sente falta dos jornais impressos locais. Não para ler as notícias do dia, hoje consumidas pela internet, mas para enrolar os abacaxis de sua propriedade.

Ele e outros 79 agricultores do município paranaense, integrantes da Aproanp (Associação dos Produtores de Abacaxi do Noroeste do Paraná), utilizam os diários antigos para proteger os frutos do sol. “Mas hoje está difícil de consegui-los por aqui”, disse Domingues.

Outros setores também sentem a falta de jornais, incluindo as funerárias, que usam o papel para nivelar os corpos nos caixões.

Os produtores costumavam comprar os impressos antigos nos principais jornais da região, como Diário de Maringá, Diário do Noroeste, Ilustrado e Folha de Londrina. Com R$1,60, eles adquiriam um quilo de jornal, o suficiente para enrolar 210 abacaxis.

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: