FHC confirma a Moro que recebeu doações de empresas para manter acervo

Via Jornal GGN em 11/6/2018

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso prestou depoimento como testemunha de defesa do ex-presidente Lula sobre a ação que investiga o suposto pagamento de propina como reforma no sítio de Atibaia pela OAS. Ao juiz Sérgio Moro, FHC confirmou que recebeu doações de empresas privadas para auxiliar na manutenção e armazenamento do acervo presidencial.

“Isso está tudo registrado. E no meu caso, falamos em Fundação, porque o promotor da Fundação é que controla. […] Está tudo registrado, a receita, a reserva, com toda a clareza necessária”, disse o ex-presidente FHC.

Sobre as palestras remuneradas, das quais o ex-presidente confirmou também realizar, o advogado Cristiano Zanin Martins questionou a opinião de FHC sobre o que ele achava ser contratado por empreiteiras. “Não vejo constrangimento”, disse.

“Eu não me recordo de alguma empreiteira ter me contratado para fazer palestra, mas eu tenho feito para, não sei quem, para muita gente no Brasil, no exterior, toda a parte. Com uma condição, elas são públicas. Eu vou lá, faço a palestra, digo o que eu penso, as vezes é debate. Não vejo constrangimento se for [de empreiteiras que contratarem], a menos que seja fora da lei. Tudo o que for dentro da lei e que obedeça ao que for requerido”, manifestou.

A acusação que recai contra Lula na ação sobre o sítio Santa Bárbara, em Atibaia, de propriedade do ex-prefeito de Campinas, Fernando Bittar, e Jonas Suassuna, é que Lula teria recebido a reforma em um espaço do terreno para armazenar o acervo presidencial como forma de pagamento de propina calculada pelos procuradores em R$1 milhão da OAS, Odebrecht e Schahin.

“Eu vou dizer o que eu acho, as pessoas podem perguntar depois o que quiserem, tudo bem. Também lá no Instituto eu tenho uma coisa que se chama ‘Diálogo com o Presidente’, já falei com mais de 6 ou 7 mil jovens. Então é assim, palestra é a mesma coisa, então tem o mercado”, completou sobre ter público para ser contratado por prestar palestras.

Acompanhe o trecho do depoimento.

Leia também
Bob Fernandes: “Por que não investigam o Instituto FHC como o Instituto Lula?”

Uma resposta to “FHC confirma a Moro que recebeu doações de empresas para manter acervo”

  1. MariaSilveira (@MariaSi20709386) Says:

    O acervo dos presidentes, podem ser colocados legalmente onde quiserem, aliás, para quem visita o planalto, não há nada que configure ser de outros presidentes. Essa é a inveja do Moro, e de outros candidatos,que jamais terão a chance de ter um acervo igual ao Lula , inclusive o da Dilma. Ser um grande estadista e humano como é Lula, e com reconhecimento mundial, é a inveja que causa rancores imensos e tentativa de destruição da sua imagem. LULA É O CARA!! MORO TEM UMA INVEJA ARRETADA, ENFERMA!

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: