Documento da CIA reaviva debate sobre Lei da Anistia

Via Jornal GGN em 12/5/2018

O documento da CIA, produzido em 1974 e divulgado recentemente, reabriu o debate sobre a revisão da Lei da Anistia. A certeza de que Geisel, que governou entre 1974 e 1979, colocou como condição o aval do Planalto para o assassinato de adversários trouxe de volta a discussão. Segundo o Painel, da Folha, o ex-ministro da Justiça José Carlos Dias quer que a Comissão da Verdade prepare texto sobre os papéis liberados pelo Departamento de Estado dos EUA para cobrar do STF a rediscussão do perdão dado a agentes da ditadura.

José Carlos Dias coordenou o colegiado em 2013, e prepara a reunião dos integrantes da Comissão da Verdade para a próxima semana. Entende ele que, além da revisão da anistia, outros pontos sejam abordados pelo documento a ser produzido.

“Ficou demonstrado que a tortura era uma política de Estado, comandada pela Presidência, e que Geisel foi coautor dos homicídios praticados”, disse ele. “Neste momento em que corremos o risco de voltarmos à ditadura pelo voto, é importante demonstrar o que ela foi no Brasil.”

A família do jornalista Vladimir Herzog, morto em 1975 pela ditadura, quer obter outros documentos sobre o regime que possam ainda existir em Washington, e colocam o Instituto Herzog nesta mobilização.

Na outra ponta, o candidato Jair Bolsonaro, do PSL, também fez seu comentário relevante sobre o memorando da CIA. O defensor da tortura e ditadura se posicionou de forma a minimizar o problema. “Errar, até na sua casa, todo mundo erra. Quem nunca deu um tapa no bumbum do filho e depois se arrependeu”, disse ele.

Leia também:
Coletânea de textos: O que você precisa saber para não ter saudade da ditadura civil-militar
Documento da CIA explica o silêncio de Figueiredo no caso Riocentro
CIA, Globo, ditadores e genocidas
CIA, Geisel e Elio Gaspari: Mais um mito cai por terra
Jornalista diz que, com o documento da CIA, livros de Elio Gaspari se tornaram caso para o Procon
Eles mataram garotos: 56% dos mortos na ditadura tinham menos de 30 anos
Geisel, Bolsonaro e a servidão aos EUA
Filho de Herzog pede a ministro que solicite aos EUA “liberação completa” dos arquivos da CIA sobre a ditadura
A barbárie de Geisel e os propagadores do ódio
Bolsonaro é o herdeiro de Geisel e Figueiredo
Documento da CIA relata que cúpula do governo militar brasileiro autorizou execuções
Há um Brasil doente que tem saudade das execuções de opositores na ditadura
Documentos indicam que Roberto Marinho foi um dos principais articuladores da ditadura militar no Brasil
A Globo e a ditadura militar, segundo Walter Clark
Conheça dez histórias de corrupção durante a ditadura militar
Vídeo: “Donos da Globo são filhotes do Império”, afirma Hugo Chavez
O poder corrupto da TV Globo

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: