Argentina, de novo, bate às portas do FMI

Fernando Brito, via Tijolaço em 8/5/2018

A história é velha conhecida.

E a gente sabe bem onde vai dar.

O presidente argentino, Maurício Macri, ex-queridinho da direita por ter vencido (e sem golpe) os governos “populistas” dos Kirchner, acaba de anunciar, oficialmente, que seu governo vai bater às portas do Fundo Monetário Internacional.

Pedirá “ao menos” US$30 bilhões.

Claro, o fracasso, depois de dois anos e meio de governo, continua sendo “dos outros”.

E o dinheiro, provavelmente, vai financiar a continuidade da saída de capitais do país.

Afinal, é a melhor “segurança” para o capital é ter uma porta de saída bem larga e protegida.

O incêndio deve devorar apenas os nacionais e, entre eles, os mais pobres.

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: