Temer quer reunir a coalizão que derrubou Dilma em torno da candidatura de Alckmin

Via Jornal GGN em 5/5/2018

Michel Temer conversou com Geraldo Alckmin por telefone e combinou de encontrar o tucano nos próximos dias, para discutir “de forma mais assertiva” uma aliança para a corrida presidente deste ano.

A Folha de S.Paulo divulgou no sábado, dia 5/5, que Temer está disposto a dizer a Alckmin que vai abandonar a candidatura pelo MDB para apoiar o ex-governador paulista.

A ideia é reunir em torno de Alckmin a mesma coalização de centro que apoiou o golpe parlamentar de 2016 e levou Temer ao cargo de Dilma Rousseff.

Isso porque, na percepção de Temer, se o centro permanecer fragmentado, a “radicalização entre as forças de esquerda e de direita” irá dominar o debate eleitoral.

Com 2% das intenções de voto, “Temer quer se manter influente no tabuleiro eleitoral e vai se colocar como um agente capaz de costurar acordos em torno de uma candidatura, como a de Alckmin”, escreveu a Folha.

Em entrevista à EBC, Temer disse que em sua percepção, não é “útil” que o centro tenha tantos candidatos. O jornal ainda acrescentou que Temer busca apoio de FHC para fazer as articulações.

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: