Quem é Francisco Proner Ramos, o autor da foto histórica de Lula em São Bernardo

Joaquim de Carvalho, via DCM em 8/4/2018

O cantor e compositor Chico Buarque é uma das figuras mais conhecidas e é compreensível que atraia a atenção quando fatos e pessoas estão próximos dele. Mas é injusto relacionar o trabalho do fotógrafo Francisco Proner Ramos à biografia dele.

Francisco tem luz própria, e seu trabalho vai muito além da foto que mostra Lula levado nos braços do povo para o interior do sindicato, foto que viralizou e ganhou hoje meia página do The New York Times.

Francisco tem 18 anos de idade e um talento que, por certo, nasceu com ele, mas que teve a oportunidade de se aprimorar com o incentivo de seus pais, o advogado e professor Wilson Ramos Filho e Carol Proner.

Wilson, com uma militância na esquerda conhecida e respeitada – é um dos fundadores do PT e da CUT –, incluiu em seu sonho de conhecer o mundo a formação do filho. Fez de seu sonho um sonho de ambos.

Advogado trabalhista de um grande escritório, com livros publicados e professor da Universidade Federal do Paraná, ao se aposentar deu à sua poupança o melhor destino que pode proporcionar: explorar este Planeta, a partir do que há de mais interessante: as pessoas e sua cultura.

Começou com uma viagem de Jeep de Ushuaia, no extremo sul do continente ao Alasca, no extremo norte.

“Pensei no que poderia proporcionar na formação dele, é uma experiência que ele levará para toda a vida”, afirmou. Depois disso, foram para a Europa e Ásia e cruzaram as fronteiras de uma das nações mais fechadas – e por isso mesmo interessante – do mundo, a Coreia do Norte.

No país de Kim Jong-un, Francisco fez fotos do cotidiano das pessoas, incluindo militares. Como se vê pelas fotos dele, no site www.franciscopronerramos.com, o bicho não é feito como a mídia ocidental apresenta.

Conseguiu acumular essa experiência sem prejudicar – muito – a formação escolar. Perdeu (será que perdeu?) um ano do ensino regular, faz hoje cursinho e ainda não decidiu qual curso de graduação fará – pende para as Ciências Sociais.

Sua próxima viagem com o pai já está agendada – será nas férias. E será na África. Explorará (no bom sentido) Etiópia, Sudão e Egito.

Francisco Proner Ramos.

Quem o conhece não se surpreendeu com a foto que fez de Lula.

Enquanto os fotógrafos se posicionaram no local dos fatos, quase todos no mesmo ponto, se acotovelando, Francisco buscou outro ponto, o último andar do Sindicato dos Metalúrgicos, para tentar um ângulo diferente, e o resultado todos vimos: Lula carregado pelas pessoas, no centro da foto, mãos que se estendem na direção dele. Com a foto, tomou forma o que Lula havia dito minutos antes:

Não sou mais um ser humano, sou uma ideia.
– Eles precisam saber que a morte de um combatente não para a revolução.
– Quando eu parar de sonhar, sonharei pela cabeça de vocês.
– Quanto mais tempo eles me deixarem lá [preso], mais Lula nascerá.

Foi um complemento perfeito, resultado profissional próprio da forma como Francisco trabalha. Em uma queima de fogos em Copacabana, enquanto todos fotografavam a cena principal, ele foi para uma janela no fundo do apartamento onde estava com a família, e fotografou o reflexo dos fogos nas comunidades pobres nos morros próximos. Imagem única, definitiva.

Assim como é impróprio relacionar o trabalho de Francisco ao outro Francisco, o Buarque, é injusto referir-se à mãe do jovem fotógrafo, Carol Proner, como namorada do cantor. Carol tem uma extensa produção acadêmica e em outras atividades profissionais na área do Direito. Ele é titular da Universidade Federal do Rio de Janeiro, na área de direitos humanos e direito internacional.

Organizou o livro em que mais de 100 advogados e juristas desmontam a sentença em que Sérgio Moro condenou Lula, publicação que revela, sob diferentes ângulos, todos técnicos, por que essa condenação se transformou numa obra-prima da injustiça.

Carol foi casada durante mais de 20 anos com Wilson e certamente devem estar muito satisfeitos com os frutos dessa união – eles têm outra filha, de 17 anos, muita ativa no movimento estudantil no Rio de Janeiro.

Francisco, apesar da idade, demonstra maturidade. Eu o procurei, e ele preferiu não dar entrevista agora, para deixar que, em vez dele, a foto fale sobre o momento que estamos vivendo.

“Tiveram uma ejaculação precoce. Sonhavam com orgasmos múltiplos, sonhavam em ter a foto de Lula preso, humilhado, sendo espalhada nos jornais. A foto que o El País, The Guardian, NY Times, Folha S.Paulo, é a foto do Fran, Lula nos braços do povo.” Eduardo Surian Matias.

Uma resposta to “Quem é Francisco Proner Ramos, o autor da foto histórica de Lula em São Bernardo”

  1. Selma Schiedeck Says:

    O Francisco da foto é um gênio da sensibilidade. Pena que não o conheça pessoalmente. Fiquei feliz em saber que é um menino e tem um grande futuro. Beijos guri.

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: