Justiça aceita denúncia e amigos de Temer viram réus por organização criminosa

Via Reuters em 9/4/2018

A Justiça Federal de Brasília aceitou denúncia por organização criminosa contra integrantes do MDB e os amigos pessoais do presidente Michel Temer, o coronel João Baptista de Lima Filho e o advogado José Yunes, informou na noite desta segunda-feira a assessoria de imprensa do órgão.

Agora todos viraram réus e vão responder a uma ação penal no caso que ficou popularmente conhecido como “quadrilhão do PMDB”. Não há detalhes da decisão, caso de quantos viraram réus, uma vez que ela não foi disponibilizada.

O caso é desdobramento na primeira instância da denúncia oferecida ano passado pelo então procurador-geral da República, Rodrigo Janot, contra Temer e aliados.

Essa acusação criminal foi barrada pela Câmara, mas o Ministério Público Federal pediu o desdobramento do caso em relação a pessoas que não detinham foro privilegiado.

Em março, procuradores da República da força-tarefa da operação Greenfield confirmaram a denúncia feita por Janot e ainda acrescentaram novos acusados e fatos a partir de documentos coletados pela operação Patmos, deflagrada em maio do ano passado e que teve como principal alvo Temer.

Os dois amigos de Temer chegaram a ser presos na semana retrasada durante a operação Skala, um desdobramento do inquérito que apura supostas irregularidades em mudanças de regras portuárias.

***

Comentário de Moisés Mendes no Facebook
O advogado José Yunes e o coronel João Batista de Lima Filho, integrantes do Quadrilhão do jaburu, agora são réus. A denúncia foi aceita hoje pelo juiz Vinicius Reis Bastos, de Brasília.

Isso quer dizer o quê? Pode querer dizer apenas que daqui a duas décadas, quando todos estiverem mortos, o Brasil ainda estará falando do assunto, como falamos hoje do caso do mensalão do Azeredo, do cartel da propina do metrô, do roubo da merenda em São Paulo, da propina da Odebrecht para o Serra, da mala do Aécio e de tudo que envolve tucanos e a direita em geral.

A não ser que Sérgio Moro e os juízes do Tribunal Regional de Porto Alegre ensinem os colegas a serem rápidos.

Uma resposta to “Justiça aceita denúncia e amigos de Temer viram réus por organização criminosa”

  1. Aristóteles Barros da Silva Says:

    O pessoal do Judiciário vai dar um jeito de livrar a cara dos amigos, principalmente se forem tucanos!

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: