Paulo Preto, o homem-bomba tucano, é preso em São Paulo

OPERADOR DO PSDB NA LINHA FINA DOS JORNAIS, PAULO PRETO É PRESO PELA PF HOJE
A denúncia contra o operador do PSDB já havia sido apresentada no mesmo dia do julgamento do habeas corpus de Lula. E a prisão é feita quando todo o Brasil acompanha outro caso: a ordem de prisão de Lula.
Via Jornal GGN em 6/4/2018

Novamente posto em segundo plano nas manchetes da imprensa brasileira, o operador do PSDB, Paulo Vieira de Souza, conhecido como Paulo Preto, foi preso pela Polícia Federal (PF), na manhã de sexta-feira, dia 6/4. O engenheiro foi diretor da empresa estatal paulista Dersa, durante os governos tucanos de José Serra e Geraldo Alckmin.

Apontado como o operador das campanhas do PSDB, Paulo Preto foi denunciado de ter desviado recursos, em espécie e imóveis, durante obras do governo tucano no estado entre 2009 e 2011, no total de R$7,7 milhões à época. Ele foi preso por determinação da Vara Criminal Federal de São Paulo e teve a sua casa como um dos principais alvos de busca e apreensão pela PF na manhã desta sexta. Outro denunciado, o ex-chefe da Assentamentos da Dersa, José Geraldo Casas Vilela, também foi preso.

Os recursos desviados, segundo a denúncia apresentada em março pelo Ministério Público Federal (MPF) em São Paulo, seriam aplicados no reassentamento de desalojados pela estatal Dersa, quando realizou as obras do trecho sul do Rodoanel, o aumento da avenida Jacu Pêssego e a Nova Marginal Tietê, na capital.

O escândalo envolve fraudes no sistema de cadastramento de entregas de unidades habitacionais e o pagamento de indenizações e outros direitos relacionados aos desalojados pelas obras no Estado de São Paulo. Tudo teria ocorrido durante quatro anos e só deflagrados a partir da denúncia de um ex-funcionário da Dersa.

“As fraudes ocorreram em lapso temporal elástico e duradouro (de 2009 a 2012), só sendo interrompidas porque um funcionário subordinado a ex-funcionária da Dersa, Alexander Gomes Franco, relatou o esquema ao Ministério Público no Estado de São Paulo”, informa trecho da denúncia.

Novamente, a prisão de Paulo Preto na manhã de hoje passou quase desapercebida diante dos holofotes voltados ao ex-presidente Lula. Quando a denúncia foi apresentada, em uma quinta-feira, o Habeas Corpus do líder petista também era votado no Supremo Tribunal Federal (STF), ocupando a maior parte das manchetes dos jornais.

Leia também:
Paulo Preto “atendia” líderes do tráfico em esquema na Dersa
Lava-Jato chega a Paulo Preto, o amigo que Serra deixou à beira da estrada
Se Janot deixar, Lava-Jato pega Paulo Preto e Serra
Palmério Dória: “Paulo Preto Show”
“Não vem ao caso”: Sete delatores da Lava-Jato acusam Paulo Preto de operar propina
Coincidências tucanas: Gilmar Mendes irá julgar Paulo Preto, o Geddel do PSDB
Doleiro ligado a tucanos paulistas e a Paulo Preto está prestes a delatar
Tucanos a Paulo Preto: “Não abra o bico”.
Paulo Preto, ex-diretor da Dersa, prepara delação contra Alckmin e Serra
Recordando: Paulo Preto, o homem-bomba do PSDB, “emprestou” R$300 mil a Aloysio Nunes
Carlinhos Cachoeira e Paulo Preto estão de volta: Adir Assad, o doleiro das obras tucanas, será investigado
Operador de propinas do PSDB é acusado por 10 acordos de delação de 4 empreiteiras
Inquérito do PSDB inclui repasses de milhões de Paulo Preto no exterior

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: