Estadão dá um jeito de falar de Lula até quando a pauta é a prisão do amigo de Temer

Via Jornal GGN em 30/3/2018

O Estadão achou um jeito de, no meio da prisão dos amigos de Michel Temer, produzir mais uma matéria citando o ex-presidente Lula e o caso do sítio de Atibaia. O jornal usou como gancho o fato de que o empresário Antônio Celso Grecco, sócio da Rodrimar, foi preso em seu sítio em Monte Alegre do Sul, no interior paulista. E lembrou que o “compadre” de Lula tem uma propriedade do gênero na mesma região.

O diário se esforçou para achar “algo em comum” entre as “casas de veraneio dos amigos do presidente Temer e do ex-presidente Lula”, e foi isso: “trechos privativos do Rio Camanducaia contando suas propriedades.”

Em outra passagem, o Estadão, para fazer uma conexão com o caso do sítio de Atibaia – que é de propriedade da família Suassuna – escreveu que Lula também “visitava a propriedade de Teixeira com certa frequência, principalmente antes de assumir o governo, em 2003 – por isso, o imóvel chegou a ser conhecido no imaginário popular como o ‘sítio do Lula’”.

“A propriedade é de Teixeira. Está registrada nos nomes das filhas e em seu nome e no da mulher” e não tem nenhum envolvimento com processos da Lava Jato.

Ainda assim, virou objeto de reportagem em meio ao esforço para manter Lula no noticiário policial.

Uma resposta to “Estadão dá um jeito de falar de Lula até quando a pauta é a prisão do amigo de Temer”

  1. Selma Schiedeck Says:

    Realmente é muito louco isso tudo.

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: