Fachin pede escolta para esposa, mas rejeita inquérito sobre supostas ameaças

Via Jornal GGN em 29/3/2018

O ministro do Supremo Tribunal Federal Edson Fachin aceitou escolta para a esposa, desembargadora Rosana Amara Girardi Fachin, do Tribunal de Justiça do Paraná, que era a “maior preocupação” quando o magistrado relatou à GloboNews supostas ameaças que vem recebendo em função da Lava-Jato.

Segundo informações do Estadão, a presidente do STF Cármen Lúcia foi quem organizou o aumento de efetivo de segurança de Fachin e o deslocamento de agentes para o Paraná, onde vive a esposa, filhos e netos do ministro.

Mas o jornal reforçou que Fachin não quis que a Polícia Federal instaurasse um inquérito para apurar as ameaças que ele diz que tem recebido.

“Com a repercussão sobre as ameaças contra Fachin, o diretor-geral da Polícia Federal, Rogério Galloro, ligou para o ministro nesta terça-feira e colocou a instituição à disposição do magistrado. O Estado apurou que, na conversa com Galloro, Fachin afirmou que, no momento, não será necessária a abertura de investigação e que Cármen Lúcia já providenciou melhorias para garantir a segurança da família do ministro.”

Uma resposta to “Fachin pede escolta para esposa, mas rejeita inquérito sobre supostas ameaças”

  1. Aristóteles Barros da Silva Says:

    Oxalá não seja tudo isso uma grande encenação!

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: