O PSDB ou aplaudiu ou se omitiu sobre o atentado contra o Lula

Jeferson Miola em 28/3/2018

O PSDB perdeu uma oportunidade histórica de se posicionar no campo democrático, na luta contra o fascismo e em defesa do Estado de Direito. O partido prova assumir uma trajetória não só hiper-conservadora, como também autoritária.

O partido tucano não condenou categoricamente o atentado contra Lula. Ao contrário: ou aplaudiu ou silenciou e se omitiu. O PSDB se mostrou dividido entre 2 facções.

Uma delas é integrada por dirigentes que aplaudiram o atentado terrorista. Neste agrupamento estão irmanados o presidente nacional e candidato presidencial pelo PSDB, Geraldo Alckmin, e o prefeito MBL João Dória.

A outra facção congrega aqueles que, embora sempre bem-falantes, simplesmente silenciaram e se omitiram sobre o atentado terrorista contra Lula: FHC, José Aníbal, José Serra, Aloysio Nunes Ferreira. O governador do Paraná, o também tucano, que não disponibilizou escolta policial para a caravana, manteve-se no mais absoluto silêncio acerca deste atentado terrorista ocorrido na sua jurisdição.

Triste fim de um partido que se confunde com o esgoto da política e da história.

[*] foto do Tijolaço.

***

ALCKMIN, O “SANTO”, JUSTIFICA ATENTADO CONTRA LULA E DIZ QUE PT COLHE O QUE PLANTOU
Via Brasil 247 em 28/3/2018

Numa postura repulsiva para um presidenciável, o governador Geraldo Alckmin, candidato do PSDB que é apontado como o “Santo” nas planilhas da Odebrecht, minimizou a tentativa de atentado contra a vida do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. “Acho que eles estão colhendo o que plantaram”, disse Alckmin, que, em seus governos, permitiu que a máquina de propaganda do governo paulista fosse utilizada para uma campanha de ódio contra Lula e o PT. Segundo o tucano, o PT “sempre partiu para dividir o Brasil, nós contra eles” e se tornou vítima dessa polarização.

O candidato do PSDB ao governo paulista, João Dória, também evitou repreender a tentativa de assassinato. “O PT sempre utilizou da violência, agora sofreu da própria violência”, afirmou. “Mas não recomendo ovos, e sim prisão para ele”, afirmou.

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: