É o que sobrou: Para manter foro privilegiado, Aécio foi aconselhado a sair para deputado

“ELE FOI ACONSELHADO A SAIR PARA DEPUTADO”: A AGONIA DO GOLPISTA AÉCIO, VÍTIMA DE SI MESMO.
Kiko Nogueira, via DCM em 11/3/2018

A história de Aécio Neves é uma fábula moral sobre aonde levam os baixos instintos na política – e, por que não, na vida.

Com todos os sinais à frente de si e o exemplo de Carlos Lacerda no passado, Aécio se atirou numa aventura golpista que acabou por engoli-lo.

Ainda vamos ouvir falar muito dele neste ano. Dificilmente sob um aspecto positivo.

Aécio tenta lutar para concorrer ao Senado, mas esbarra no PSDB. Além, é claro, do desprezo do eleitorado.

A divulgação das conversas com Joesley foram determinantes para seu fim.

“Tem que ser um que a gente mata ele antes de fazer delação”, disse o jagunço, referindo-se ao primo Fred, mostrando sua verdadeira cara.

No Estadão, o ex-prefeito de Belo Horizonte Márcio Lacerda, do PSB, antigo aliado, falou das ambições do Mineirinho.

“Por onde passo em Minas as opiniões são que a imagem de Aécio que ficou, justa ou injustamente, muito prejudicada”, afirma, sutil.

Segundo Márcio, “as pesquisas mostram uma rejeição muito grande a ele. Tem sido aconselhado a se candidatar a deputado federal. Eu dei essa opinião a Andrea Neves antes dele enfrentar esse problema mais grave da gravação do Joesley”.

Aécio deve desculpas ao país. Ele e a mana Andrea.

Jamais o farão.

O que torna sua agonia ainda mais patética.

***

POLÍTICOS COMO AÉCIO NEVES REBAIXAM PRETENSÃO ELEITORAL PARA NÃO PERDER FORO PRIVILEGIADO
Talita Fernandes e Daniel Carvalho, via Folha on-line em 12/3/2018

Ao menos 40 políticos investigados na Lava-Jato correm o risco de ver seus processos, hoje nas mãos do STF (Supremo Tribunal Federal), serem remetidos para a primeira instância da Justiça.

Se não renovarem seus mandatos em outubro ou garantirem uma vaga no primeiro escalão do próximo governo, deputados, senadores, ministros e o próprio presidente Michel Temer perdem o chamado foro especial, o que garante a eles, normalmente, uma tramitação do processo mais lenta do que nas instâncias inferiores.

Enquanto no STF decisões como recebimento de denúncia e julgamento de uma ação penal só podem ser feitas de forma colegiada (em grupo), na Justiça federal o magistrado julga sozinho.

A candidatura de Temer à reeleição não está definida, o que dependerá, segundo aliados, de uma eventual melhora nos índices de popularidade, atualmente em 6%, de acordo com a última pesquisa Datafolha. Para o Planalto, esse indicador precisa atingir ao menos 15%.

A Presidência afirma que o emedebista “não tem nenhuma preocupação em manter ou não foro especial”.

Também investigados na Lava-Jato, os ministros mais próximos de Temer, Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria Geral), não disputarão a eleição. Moreira nega qualquer possibilidade de se candidatar. “Já dei minha contribuição”, afirma Padilha. Nenhum deles, porém, comenta a perspectiva de perda do foro.

[…]

O senador Aécio Neves (PSDB/MG), segundo colocado nas eleições presidenciais de 2014, pode ter o mesmo destino. Embora sustente que a Câmara não está nos seus planos, aliados do tucano afirmam que a possibilidade está sob análise.

O mineiro tem feito uma série de reuniões no estado. “Somente após essas conversas ele decidirá seu futuro em relação às próximas eleições”, diz nota de Aécio, que nega vínculo entre a decisão e a manutenção do foro.

[…]

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: