STF dá habeas corpus a prefeito que fugiu do Brasil por tráfico de drogas e crime organizado

Via Falando Verdades em 7/3/2018

O prefeito de Embu das Artes, Ney Santos, conseguiu uma importante vitória na tarde de terça-feira, dia 6/3, no Supremo Tribunal Federal. A votação da primeira turma do STF manteve o Habeas Corpus que permite que Ney Santos continue no cargo e não seja preso. A votação terminou 2 a 2, mas configurado o empate, o resultado foi desempatado em favor do investigado, seguindo o princípio do in dubio pro reo.

Pesa sob Ney Santos a acusação da justiça de São Paulo que pediu a prisão do prefeito, o acusando de lavagem de dinheiro, tráfico de drogas e associação com uma organização criminosa. Desde fevereiro do ano passado, Ney Santos obteve uma liminar que o permitiu que ele governasse Embu das Artes.

Antes do julgamento, na manhã de terça-feira, dia 6/2, a Câmara Municipal de Embu das Artes concedeu, a pedido de Ney Santos, licença ao prefeito por tempo indeterminado. Durante todo dia boatos que ele teria fugido para o Paraguai foram veiculados pela mídia. Agora, com a decisão do STF, Santos ganha tempo e fôlego para governar o município.

O secretário de comunicação e gestão tecnológica de Embu das Artes, Jones Donizetti, falou com exclusividade ao O Taboanense. Segundo ele, o prefeito está preparado para governar a cidade e que essa situação é uma perseguição política. “O pessoal que perdeu nas urnas não vai tirar a cadeira do prefeito no tapetão. Eles vão ter que esperar as próximas eleições e ganhar no voto, na urna”.

Segundo Jones, a decisão do STF foi apertada, mas muito comemorada. “Foi sofrido como tudo nesse governo, desde a primeira eleição do Ney [a vereador] em 2010. Mas é uma resposta que Deus está no controle de tudo. Vão continuar os projetos para a cidade. A cidade vai continuar crescendo e a oposição tem que aceitar”.

Sobre a volta de Ney Santos ao comando da prefeitura, Jones despistou. “Se ele quiser, ele pode voltar amanhã, se ele quiser pode tirar 15, 20, 30 dias de férias. Ele que decide quanto tempo ele quer ficar de licença para cuidar das coisas dele. Mas independente do dia que ele voltar, ele tem uma equipe aliançada com ele, fechada com ele, preparada para poder tocar a prefeitura. Taí o Dr. Peter também na direção até o dia que ele quiser voltar”.

Jones criticou parte da imprensa, que segundo ele, não apura as informações corretamente. “Isso é mais um alerta pra imprensa de novo, as pessoas costuma dizer que nós perseguimos a imprensa, não perseguimos. Nós questionamos muitas coisas incabíveis. Não tem lógica. Como um portal da magnitude do Portal UOL libera uma matéria dizendo que o Ney foi visto fugindo em uma aeronave particular para o Paraguai. Não tinha nem sido feito o julgamento dele. Essas coisas nós vamos continuar criticando e nos posicionando contra a imprensa”.

O secretário já havia reclamado da imprensa em uma nota divulgada durante a tarde. Na entrevista, voltou a criticar a postura de alguns veículos de comunicação. “A imprensa tem que investigar, a imprensa não pode ficar com “ctrl c e ctrl v” [copiar e colar], divulgando e disseminando matéria sem ter conhecimento. Esse não é o papel do jornalismo. Até porque atrás do cara tem a mãe dele que é uma senhora de idade, a esposa, filhos, tem a família”.

Ainda sobre a imprensa, Jones disse que o governo entende as críticas da imprensa, mas que questiona algumas matérias. “É uma responsabilidade muito grande. Então se isso que estou falando aqui é ser perseguidor da imprensa, então sou perseguidor, não vou ficar calado diante dessas atrocidades. O jornalismo verdadeiro é aquele que ouve os dois lados e publica a verdade sobre as pessoas. Esse é o nosso posicionamento”.

Outras fontes: Globo e jornalista Ricardo Gouveia da Band via twitter:

Leia também:
Recordar é viver: Em 2010, Alckmin pediu voto para chefão do PCC
No acordo entre PCC e Alckmin, o Estado de São Paulo se rendeu ao mundo do crime
PCC: Ney Santos, prefeito eleito de Embu e “afilhado” de Alckmin, continua foragido

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: